FLUMINENSE
escudo default
2
0
VASCO
escudo default

Cano faz pintura, marca duas vezes e Fluminense vence o Vasco no Maracanã

Tricolor sofre no primeiro tempo, mas argentino entra em cena e decide praticamente com dois toques na bola

Fluminense x Vasco
Germán Cano tem noite iluminada e decide mais um clássico para o Fluminense (MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)

Escrito por

No duelo que começou muito antes do apito final, deu Fluminense no Maracanã. O Tricolor venceu o Vasco, por 2 a 0, com brilho de Germán Cano, que marcou duas vezes no segundo tempo. Destaque para o segundo gol, uma verdadeira pintura, de muito longe, encobrindo o goleiro. O Cruz-Maltino foi valente e até melhor na primeira etapa, mas faltou ser letal, característica que sobra ao argentino. 

Com o resultado, o Fluminense igualou o Botafogo na liderança do Carioca, com 16 pontos. Já o Vasco permanece na 6ª posição com 11 pontos. O Tricolor volta a jogar no sábado, contra a Portuguesa, enquanto o Cruz-Maltino tem novo clássico, dessa vez com o Botafogo, quinta-feira, no Maracanã. 

JOGO COMEÇOU ANTES DA BOLA ROLAR

Uma das grandes atrações do clássico foi a torcida. Vascaínos em maioria no Maracanã cantaram e provocaram os torcedores do Fluminense. Os tricolores, mesmo em menor número, foram barulhentos e conseguiram travar um bonito duelo nas arquibancadas. 

ÂNIMOS AFLORADOS


Durante boa parte do primeiro tempo, o bom futebol ficou em segundo plano. A bola foi disputada com muita disposição, igualando a temperatura das arquibancadas. A pilha do torcedor entrou dentro de campo. 

MAESTRO FAZ FALTA

Sem Ganso, o Fluminense não conseguiu impor o seu ritmo, principalmente no primeiro tempo. O time buscava trocar passes, mas sem envolver o Vasco, que roubava e saía em velocidade. A primeira grande chance inclusive foi do Cruz-Maltino, que quase abriu o placar com Pedro Raul, que cabeceou no cantinho, obrigando Fábio a fazer grande defesa. 

E SÓ DEU VASCO

Da metade para o final do primeiro tempo, o Vasco foi superior ao Fluminense, criando boas chances contra o gol tricolor. Gabriel Pec, com um bonito chute de fora da área, obrigou Fábio a realizar uma linda defesa. Alex Teixeira, ligado no jogo, foi responsável por bons ataques, mas que não resultaram em gol. 

É CHOVER NO MOLHADO

O Vasco foi para o intervalo com moral, mas o Fluminense voltou dele melhor e por ser muito mais cascudo, soube suportar a pressão, colocar a bola no chão. Equilibrando as ações, começou a criar chances e abriu o placar com Germán Cano, aos 20 minutos. Samuel Xavier cruzou, Keno disputou com Miranda e a bola sobrou limpa para o argentino finalizar no canto, chute seco, sem chance para o goleiro Léo Jardim. 

DUELO DE VOVÔS

Em desvantagem no placar, Barbieri colocar Nenê em campo e o camisa 10 quase empatou o jogo. Em contra-ataque muito bem construído, o Vasco saiu da defesa de pé em pé e Eguinaldo serviu o Vovô, que chutou de direita para grande defesa de Fábio. O goleiro tricolor brilhou no Maracanã. O Cruz-Maltino até que tentou outras vezes, mas a pontaria não estava afiada. 

PUSKÁS QUE ME PARIU

Se faltou letalidade ao Vasco, isso sobra para Germán Cano. O argentino, em mais uma oportunidade, marcou, com requinte de crueldade contra uma torcida que tanto comemorou gols fazendo o L. O atacante aproveitou uma bola que sobrou e de canhota, de muito longe encobriu o goleiro Léo Jardim, que tentou, em vão, defender o indefensável. Golaço do Fluminense, golaço de Germán Cano. Vitória do Fluminense. 

FICHA TÉCNICA
8ª RODADA DO CAMPEONATO CARIOCA
FLUMINENSE 2 X 0 VASCO

Data e horário: 12/02/2023, às 18h (de Brasília)
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Felipe da Silva Gonçalves Paludo
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga
Público/Renda: 54.180 (pagante); 57.631 (presente); R$ 2.310,650,00
Cartões Amarelos: Pedro Raul, Gabriel Pec, Galarza (Vasco); Germán Cano, Arias, André, Fábio Felipe Melo (Fluminense)
Cartões Vermelhos: 
Gols: Germán Cano (20' do 2ºT e 46' do 2ºT)

FLUMINENSE (Técnico: Fernando Diniz)
Fábio, Samuel Xavier, Nino, David Braz e Guga; André, Martinelli e Arthur (Lima - Intervalo); Arias (Felipe Melo - 42' do 2ºT), Keno (Yago Felipe - 22' do 2º T) e Cano.

VASCO (Técnico: Mauricio Barbieri)
Léo Jardim; Puma Rodríguez, Miranda, Léo e Lucas Piton; Rodrigo, Barros (Orellano - 25' do 2ºT) e Galarza (De Lucca - 17' do 2ºT); Gabriel Pec (Nenê - 25' do 2ºT), Alex Teixeira (Erick Marcus - 35' do 2º T) e Pedro Raul (Eguinaldo - 17' do 2ºT).

News do Lance!

Receba boletins diários no seu e-mail para ficar por dentro do que rola no mundo dos esportes e no seu time do coração!

backgroundNewsletter