A dupla de volei de praia Bernardo e Gilmario, da Equipe Furnas

Gilmário e Bernardo ficaram com o título da temporada (Foto:CBV/Divulgação)

LANCE!
01/08/2016
15:07
Rio de Janeiro

A temporada 2016 do Circuito Banco do Brasil Challenger terminou no último domingo com motivo de comemoração especial para três duplas em Cabo Frio (RJ). Harley e Fernandão (DF/ES) subiram ao lugar mais alto do pódio, assim como Andrezza e Vivian (AM/PA). Já Gilmário e Bernardo Lima, que ficaram com a prata, conseguiram o título da temporada. Gilmário é atleta da Equipe Furnas.

A decisão do torneio masculino em Cabo Frio (RJ) já era especial para Gilmário e Bernardo Lima (PB/CE). A vaga à final fez com que o time conseguisse garantir antecipadamente o título da temporada, que soma o resultado das quatro paradas do Challenger. Na disputa, porém, Fernandão e Harley (ES/DF) dominaram desde o início e venceram por 2 sets a 0 (21/16, 21/11).

Apesar da prata, Gilmário comemorou o título da temporada com o segundo lugar, que teve sabor de ouro. A parceria com Bernardo Lima ficou em quarto lugar duas vezes, quinto uma, e ficou com a prata em Cabo Frio ao longo do Challenger 2016, somando 1060 pontos.

- Queria agradecer à torcida, aos meus patrocinadores, ao público de Cabo Frio. Esse título é importante demais para minha carreira, estava buscando. Muitas vezes você treina forte e o esperado não acontece, mas o segredo é não desistir, treinar ainda mais forte. É uma marca excelente no meu currículo - destacou o paraibano Gilmário.

O Challenger é composto por quatro etapas. Ele já havia passado por João Pessoa (PB), Jaboatão (PE), e Aracaju (SE). O time vencedor de cada parada soma 400 pontos no ranking, além de receber uma premiação de R$ 13 mil.

Nas duas primeiras etapas da temporada, dobradinha de Thiago/George (SC/PB), no naipe masculino, e títulos para Neide/Rebecca (AL/CE) em João Pessoa (PB), e para Andrezza/Vivian (AM/PA) em Jaboatão (PE). Já em Aracaju (SE), ouro para Léo Gomes/Ferramenta (RJ) e novamente para Andrezza/Vivian. Na parada final, em Cabo Frio (RJ), Fernandão/Harley (ES/DF) e Andrezza/Vivian (AM/PA) levaram o ouro.