Alison e Bruno Schmidt

Alison e Bruno Schmidt avançam à segunda fase do torneio em Vitória (ES) (Foto: Paulo Frank/CBV)

LANCE!
16/03/2016
19:13
Rio de Janeiro

O brasiliense Bruno Schmidt, que faz dupla com o capixaba Alison e é integrante da equipe de Furnas no vôlei de praia, estreou bem no Open FIVB World Tour 2016 de Vitória (ES), nesta quarta-feira. A parceria olímpica do Brasil passou pela dupla russa Liamin/Barsouk por 2 sets a 1 (20/22, 21/17 e 15/10), em 47 minutos, na praia de Camburi, e avançou para a segunda fase do torneio.

Bruno Schmidt, que mora e treina em Vila Velha, na Grande Vitória, ficou satisfeito com o resultado:

- Nada pode ser melhor para uma dupla que está começando a fase de grupos do que ter que buscar o jogo, enfrentar um time que já chega jogando muito bem, sacando forte a maioria das bolas. Eu costumo falar isso para o Alison, que prefiro jogos assim, que fortalece a dupla, inclusive mentalmente, temos que concentrar o tempo todo, do que um 2x0 sem problemas, que você acaba relaxando - explicou Bruno.

O capixaba Alison estreou em eventos internacionais justamente na última vez que o Circuito Mundial esteve em Vitória, em 2006. Naquela época, ao lado de Harley, ele sequer passou no country quota (fase preliminar que define representantes de cada país na fase classificatória).

- Meu primeiro evento internacional foi aqui, em 2006, quando eu nem passei no contry quota. Hoje estou mais maduro, mas a força de vontade continua a mesma. Que bacana olhar para trás e ver que aquela foi a primeira e esta é a nonagésima quartas, são quase cem eventos, e estou muito feliz de jogar esse número de torneios, é uma honra, e estou muito orgulhoso de estar aqui - disse Alison.

Cinco duplas brasileiras entraram em ação nesta quarta-feira, com três resultados positivos. Outra vitória importante foi a de Ricardo/Álvaro Filho (BA/PB). Este é o primeiro torneio do baiano depois que o ex-parceiro e grande ícone do esporte, Emanuel, deixou as quadras. Na última partida da dupla, na semana passada durante o Rio Grand Slam, eles perderam na repescagem para Marco e Esteban Grimalt, do Chile, justamente primeiros adversários de Ricardo e Álvaro em Vitória. Desta vez, melhor para a parceria verde e amarela, 2 sets a 0 (21/18 e 21/16), em 42 minutos.

- Eu joguei com um gostinho de obrigação de vencer, por eles terem antecipado um momento que eu não queria que tivesse chegado. Foi muito difícil ver o maior atleta da modalidade parando, mas posso dizer que tive a oportunidade de jogar ao lado dele por 10 anos. Quando para uma referência em nosso esporte, ele acaba virando um mito. Eu e Álvaro já temos um histórico, conquistamos alguns títulos juntos, chegamos a algumas finais, subimos no pódio várias vezes. Quando estou em João Pessoa treinamos juntos. O jogo de hoje serviu para nos motivar a crescer ainda mais no campeonato - contou Ricardo.

Mais uma dupla brasileira terminou o dia com boa estreia: Guto/Saymon (RJ/MS). O jovem time que chegou ao bronze no Maceió Open, bateu Schalk/Saxton (CAN) por 2 sets a 0 (21/19 e 21/16), em 34 minutos. Os outros dois representantes do Brasil no torneio estrearam com revés para equipes holandesas. Léo Gomes/Bernat (RJ) foi superado por Nummendor/Varenhorst (HOL) por 2 sets a 0 (21/10 e 21/14), em 35 minutos. E Márcio Araújo/Luciano (CE/ES) não conseguiu passar por Brouwer/Meeuwsen (HOL), que venceram por 2 sets a 0 (21/18 e 21/19), em 41 minutos.

A competição masculina continua nesta quinta-feira com mais duas rodadas da fase de grupos. O melhor de cada um dos oito grupos avança direto para as oitavas de final, enquanto o segundo e o terceiro vão para a repescagem. A final está programada para a manhã deste domingo.