icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
Felipe Bolguese
02/07/2012
16:20

Depois de Leandro Castán, que acertou a transferência para a Roma (ITA), o atacante Willian é mais um a deixar o Corinthians após a decisão da Copa Santander Libertadores, na próxima quarta-feira.

Nos últimos dias, seu representante, Eduardo Uram, entrou em acordo com o clube ucraniano e os dirigentes do Timão. A negociação sairá por cerca de US$ 5 milhões (cerca de R$ 10 milhões). A proposta do Metalist chegou há cerca de 20 dias e mexeu com a cabeça do atacante. Sem espaço, ainda mais com a ascensão de Romarinho, ele viu com bons olhos a saída para o exterior. A proposta financeira era irrecusável, e a diretoria alvinegra deu o aval.

Praticamente fora, Willian bate bola com filho de Luizão

O Banco BMG é detentor de 55% dos direitos econômicos. O empresário Eduardo Uram tem 22,5%, enquanto outro grupo de investidores tem os outros 22,5%. O Corinthians tinha direito de comprar 30% no fim de 2011, mas não confirma se realizou a operação. Se não tiver adquirido, terá somente 20% do lucro da venda.

E MAIS:
Timão: bolinha da sorte eliminou o Boca Juniors em 1999
Chicão é o preferido da Fiel para ser o capitão na decisão
Torcida exibirá mosaico na finala: 'Vai, Corinthians'
Capitão do Mundial, Rincón compara a Once Caldas de 2004
Técnico Tite lembra que o 'Corinthians não é Brasil'
Leandro Castán, o 'novo Lúcio' da Roma (ITA)
Ingressos para ver no Anhembi: venda nesta terça

Tudo já está apalavrado, mas será concretizado apenas após quarta-feira. Este foi um pedido de Willian, que não quer perder a concentração na final contra o Boca Juniors.

Vale lembrar que mais quatro jogadores já têm as saídas definidas após a competição sul-americana: o zagueiro Felipe, o lateral-esquerdo Ramon, o meia Ramírez e o atacante Gilsinho.

*Atualizada às 16h45