Moto Club x Imperatriz - festa do Imperatriz

Foto: Reprodução

Futebol Latino
13/04/2019
19:07
São Luis (MA)

A festa no estádio Castelão, na cidade de São Luis, foi da equipe visitante. Atuando diante do Moto Club, o Imperatriz foi insistente, marcou somente aos 46 minutos do segundo tempo e conseguiu com o 3 a 2 o triunfo que precisava para faturar seu quarto título do Campeonato Maranhense.  

SALVAÇÃO PROVIDENCIAL

Depois de um princípio de jogo onde os anfitriões conseguiam controlar o confronto na base da posse de bola, aos 19 minutos, em bola cruzada na grande área feita por Daniel Barros, o soco do goleiro Rodolfo sobrou com Marcos Paulo.

O meio-campista bateu forte e só não estufou as redes do Moto porque Léo Paraíba, na pequena área, fez o corte de maneira providencial.

RESPOSTA EM DOSE DUPLA

Logo no contra-ataque do susto que tomou lá atrás, o Papão do Norte armou sua saída rápida ao ataque e, em chute cruzado de Evandro Russo, viu a bola passar perto da trave direita de Jean. E, no escanteio resultado desse lance, o cruzamento contou com uma 'trapalhada' da zaga envolvendo o atacante Júnior Chicão e Jean quase complicou os visitantes.

DUAS QUE VALERAM UMA

Em lance individual no lado esquerdo do ataque, Evandro Russo recebeu passe de Mateus, driblou muito bem a marcação e chutou cruzado para Juninho Arcanjo tocar para as redes, mas a arbitragem já anulava o tento marcando impedimento do ataque Rubro-Negro.

Todavia, em cobrança de escanteio executada por Juninho Arcanjo aos 35 minutos, Léo Paraíba subiu mais alto que toda a marcação e, de cabeça, mandou no canto esquerdo da equipe do Imperatriz. Muita festa do torcedor local na capital maranhense.

TOMA LÁ, DÁ CÁ

Pouco antes do intervalo, tanto o Cavalo de Aço teve a oportunidade de deixar tudo igual no Castelão como o Moto Club passou perto de ampliar sua dianteira. A equipe do interior chegou quando Xaves cruzou e Tibiri testou no contrapé de Rodolfo acertando a trave direita.

Logo no contra-ataque, o Moto usou sua habitual velocidade de movimentação e, com liberdade, Juninho Arcanjo bateu em gol vendo a bola passar muito perto da trave esquerda de Jean.

NOVO FÔLEGO

Começando o segundo tempo com uma postura agressiva, em bola alçada na grande área por Daniel, o clube do interior do Maranhão finalmente furou o bloqueio defensivo motense. Aos nove minutos, Tibiri ganhou da zaga e testou no canto esquerdo da meta de Rodolfo.

QUE JOGO!

Em um verdadeiro 'vacilo' da defesa do Imperatriz durante cobrança rápida de falta, Gleissinho foi derrubado dentro da área sendo puxado por Lucas Campos. Com a arbitragem marcando penalidade, Mateus bateu colocando bola de um lado, goleiro do outro e deu novamente a vantagem para o Rubro-Negro de São Luis.

Porém, mal deu tempo da maioria presente no Castelão efetivamente comemorar a vantagem pois, um minuto depois, Júnior Chicão cruzou de maneira precisa para Lucas Campos testar pras redes e fazer 2 a 2.

SÃO JEAN

Aos 32 e aos 33 minutos, o Moto Club esteve muito perto de novamente ficar com vantagem no marcador e ter grandes possibilidades de praticamente 'fechar questão' na finalíssima.

Com duas bolas jogadas pelo alto, na primeira delas o goleiro Jean fez uma intervenção espetacular na cabeçada de Alisson enquanto, na segunda, Lucas Dias bateu forte para defesa de Jean em chute cruzado que ainda passou na frente da meta do Cavalo de Aço.

CAVALGADA FINAL

Com os visitantes estando a um gol do título e os anfitriões precisando apenas do empate, o time do interior do estado foi todo ao ataque e o Moto, tentando aproveitar os contra-ataques, não tinha receio de se limitar a fechar os espaços para buscar as jogadas de velocidade.

E, aos 46 minutos, o Imperatriz chegou ao objetivo tão sonhado durante os 90 minutos. Júnior Chicão dominou dentro da grande área, chutou cruzado e ainda viu Adauto garantir que a bola estufaria as redes de Rodolfo para marcar o gol do título maranhense.