Sebastian Coe, presidente da Iaaf

Rússia segue fora de competições internacionais de atletismo Divulgação/Iaaf

LANCE!
06/02/2017
18:50
São Paulo (SP)

A Federação Interacional de Atletismo (IAAF) anunciou que, a partir desta segunda-feira, as transferências de nacionalidade serão congeladas. A medida tomada após reunião do Conselho da entidade em Cap d'Ali (FRA) visa frear o êxodo de atletas africanos. Também ficou decidido que a suspensão da Rússia de competições internacionais será mantida, conforme foi aconselhado pela Força-Tarefa independente que investiga o escândalo de doping russo.

O veto às naturalizações não afeta os 15 pedidos já em andamento. Um grupo de trabalho será responsável por estabelecer novas regras para as naturalizações e apresentar as propostas no Congresso da IAAF, em agosto, em Londres.

- Tornou-se claro com as regulares e múltiplas transferências de atletas, especialmente da África, que as regras atuais já não servem ao seu propósito. O atletismo, que nos seus mais altos níveis de competição é um esporte baseado em competições entre nações, é particularmente vulnerável a esse assunto. Além disso, as regras atuais não oferecem as proteções necessárias aos atletas envolvidos e são abertas ao abuso - disse Sebastian Coe, presidente da IAAF.