dereks tingley lsu

Stingley tem todas as ferramentas - físicas e técnicas - para ser o CB1 em 2022 (Derek Stingley/Twitter)

LANCE!
28/05/2021
11:04
Baton Rouge (EUA)

Com o fim do Draft de 2021, alguns torcedores não ficaram completamente satisfeitos com as adições no seu time e sentem que algumas posições ainda podem ser melhoradas. Para isso, há três opções – reforçar com atletas ainda disponíveis na Free Agency, efetuar alguma troca (alô, Green Bay Packers!) ou aguardar um ano para o próximo Draft com novos talentos vindo do circuito universitário.

O Draft é uma excelente estratégia para montar seu time, pois os contratos não são tão pesados quanto de uma estrela consolidada, com você podendo ter um jogador que produz além do que está recebendo durante quatro ou cinco anos. Os times da NFL já iniciam o trabalho de base, vasculhando os principais talentos que estarão à disposição.

O L! te ajuda a vasculhar os principais talentos no College Football que estarão na NFL em 2022. Afinal, quando agosto chegar e os jogos de futebol americano universitário começarem, você já vai conhecer alguns dos principais nomes. Serão cinco jogadores por posição, ao longo dos próximos dias, com um pequeno resumo de cada nome. Confira conosco!

>Os melhores quarterbacks no College Football
>Os melhores running backs no College Football
>Os melhores wide receivers no College Football
>Os melhores tight ends no College Football
>Os melhores offensive tackles no College Football
>Os melhores guards no College Football
>Os melhores centers no College Football
>Os melhores defensive tackles no College Football
>Os melhores edges no College Football
>Os melhores linebackers no College Football

Cornerback: Com a liga tendendo a ser cada vez mais voltada ao jogo aéreo, a posição ganhou imensa atenção no Draft. Os melhores talentos voam da board rapidamente. E esse cenário deve se repetir em 2022

Derek Stingley – LSU: Um fenômeno desde o seu ano de freshman, sempre alinhando contra os melhores wide receivers do rival e vencendo boa parte dos seus duelos. Stingley vai sair da faculdade após três anos e ser uma escolha de primeira rodada, com grandes chances de top-15. Esse cenário só não será realizado em caso de alguma tragédia.

Kaiir Elam – Florida: O CB vem de duas linhagens de ouro. A primeira é a familiar. Sobrinho de Matt Elam e filho de Abe Elam, jogadores que atuaram na NFL. A segunda é a de defensive backs dos Gators, uma verdadeira fábrica de formar excelentes jogadores na posição. Com uma combinação rara de velocidade, tamanho e fluidez, Elam é outro com 1º round estampado na testa.

Andrew Booth Jr. – Clemson: O mestre dos highlights, com interceptações com apenas uma das mãos ou acrobáticas. Booth é o mais bem cotado jogador defensivo de Clemson para o próximo Draft. Liderar a secundária dos Tigers e seguir explodindo a internet com jogadas atleticamente impressionantes é o combo perfeito para ser uma escolha alta no Draft da NFL.

Allie Green IV – Transfer Portal: Um impressionante atleta, com tamanho elite para a posição, e que dominou fisicamente Tylan Wallace na última temporada no confronto entre Tulsa e Oklahoma State. Green anunciou que vai se transferir de Tulsa, visando maior exposição para o sonho de chegar à NFL.

Derion Kendrick – Transfer Portal: Em campo, um talento de elite. Fora dele, um jovem problemático. Kendrick tem que colocar sua vida no lugar primeiro para que a NFL olhe ele como um talento a ser draftado no top-100. Para tanto, vai precisar de um ano perfeito – dentro e fora dos gramados.

Menção Honrosa: Tiawan Mullen (Indiana); Trent McDuffie (Washington); Ahmad Gardner (Cincinnati); Roger McCreary (Auburn); Tre´Vius Hodges-Tomlison (TCU).