Presidente do Guarani - Horley Senna

Horley Senna, presidente do Guarani, cancelou a coletiva desta terça-feira (Foto: Divulgação)

RADAR/LANCE!
29/11/2016
16:30
Campinas (SP)

O Guarani cancelou a entrevista coletiva marcada para esta quarta-feira com o intuito de anunciar o novo técnico do Bugre. Em razão do trágico acidente envolvendo a delegação da Chapecoense, o presidente Horley Senna adiou o planejamento por tempo indeterminado. 

Apesar de ainda não confirmar o nome do novo comandante, a expectativa é que Ney da Matta assuma o clube na próxima temporada. Além da apresentação, o Bugre  também anulou a realização de uma assembleia geral ordinária, marcada para 18h30, no salão nobre do Guarani. 

O clube cancelou os planos após o acidente trágico com o avião da Chapecoense, que viajava à Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional. Até o momento, 75 pessoas foram oficialmente declaradas mortas pelas autoridades.

Em nota oficial, o Guarani prestou solidariedade à Chapecoense. Veja a mensagem na íntegra:

''O Guarani Futebol Clube solidariza-se e lamenta profundamente a tragédia com o voo que levava a delegação da Chapecoense até Medellín, na madrugada desta terça-feira (29). O Guarani representando sua torcida, diretoria, jogadores e comissão técnica emite seu profundo pesar.

Nossas sinceras condolências e sentimentos a todos familiares e amigos dos envolvidos na tragédia. O Bugre lamenta também pelos jornalistas e tripulação que também fazia parte do voo com destino à Colômbia. O futebol amanheceu mais triste. Chape estamos com vocês!''.