Estádio Brinco de Ouro da Princesa

Estádio Brinco de Ouro da Princesa não receberá os dois primeiros jogos do Guarani na Série B
 (Foto: Divulgação/Guarani FC)

RADAR/LANCE!
25/11/2016
17:52
Campinas (SP)

Nesta sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anunciou a punição ao Guarani pela confusão na final da Série C, diante do Boa Esporte, no início deste mês. No julgamento, o clube foi penalizado com a perda de um mando de campo, além da multa de R$ 20 mil. O zagueiro Ferreira também foi punido e terá que cumprir um gancho de seis meses. 

Denunciado pela agressão ao árbitro Marcos Mateus Pereira, na derrota por 3 a 0 para o Boa, no último dia 5, o defensor ficará 180 dias longe do futebol. Já o clube escapou de uma punição mais pesada pelo tumulto que envolveu torcedores bugrinos e a polícia militar na mesma partida. 

Diante da decisão, o Guarani irá recorrer em segunda instância e promete auxilio ao jogador que anunciou que não continuará na equipe em 2017. No momento, a perda do mando de campo será cumprida na primeira partida da Série B do Campeonato Brasileiro.

Além desta punição, o Guarani também perdeu o direito de mandar outro jogo. Por incidentes ocorridos diante do ASA, nas quartas de final da Terceirona, o Brinco de Ouro não receberá público.