Chapecoense x San Lorenzo

Jogadores da Chape, em comemoração logo após conquistarem a vaga na final (Foto: Reprodução)

RADAR/LANCE!
29/11/2016
13:28
Medellín (COL)

O trágico acidente envolvendo o avião da Chapecoense ocorreu na madrugada desta terça-feira, véspera do que seria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, na Colômbia, diante do Atlético Nacional.

Apesar de especulações, ainda não há nada oficial quanto ao que será decidido pela Conmebol em relação à decisão da competição. Gilberto García, lateral-direito dos Verdolagas, deu a sua opinião a respeito do caso.

- Queremos que declare campeã a essa equipe. A iniciativa é nossa, do mundo do futebol. Esperamos que a Conmebol tome essa determinação. Vamos dar todo o apoio aos familiares - disse a jornalistas colombianos.

A entidade sul-americana optou por cancelar a final do torneio continental.

Em entrevista aos veículos locais, o presidente do clube colombiano, Juan Carlos de la Cuesta, demonstrou solidariedade aos brasileiros e está à disposição para ajudar no que for preciso.

- Não mediremos esforços para ajuda-los. O Atlético Nacional mostra solidariedade aos envolvidos no acidente, e afirma que vai ajudar no que for preciso para resgatar os envolvidos - disse o mandatário.

A delegação da Chape se dirigia de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com direção à Medellín, na Colômbia, caiu nesta madrugada nas montanhas. Ainda não se sabe a causa do acidente, que vitimou 75 pessoas, entre elas diversos jogadores, comissão técnica, jornalistas e tripulação.