Tcheco (de jeans) e Rodrigo Pastana (de jaqueta preta) acompanharam o duelo contra o Tupi na Vila Capanema

Tcheco (de jeans) e Rodrigo Pastana (de jaqueta preta) acompanharam o duelo contra o Tupi na Vila Capanema (Foto: Rádio Transamérica Curitiba)

Daniel Piva e Guilherme Moreira
25/11/2016
19:42
Curitiba (PR)

Aos poucos, a reformulação no Paraná vai ganhando corpo. Em 2017, o departamento de futebol do clube terá novos profissionais: o ex-meia Tcheco será o gerente, enquanto o executivo será o Rodrigo Pastana, profissional que estava no Guarani. O anúncio oficial deve ocorrer nas próximas horas.

Tcheco e Pastana estão na Vila Capanema na noite desta sexta-feira acompanhando o jogo entre Paraná e Tupi, válido pela última rodada da Série B. Embora o clube não revele, ambos já estão contratados para tocarem o futebol do Tricolor.

O nome de Tcheco surgiu no dia do jogo contra o Criciúma. Conforme o Lance! revelou há duas semanas, o ex-meia acompanhou a partida na Vila Capanema e a reportagem apurou que ele já havia recebido a proposta para ser o gerente de futebol do clube.

No Coritiba, o ex-atleta exerceu diversos cargos no staff do clube: começou como gerente, sendo um dos auxiliares de Felipe Ximenes, que conduzia o futebol no clube. Ele chegou até a ser técnico do time principal, comandando a equipe nas últimas três rodadas do Campeonato Brasileiro de 2013 e salvando o Verdão da queda para a Série B.

Já Pastana tem um bom relacionamento com pessoas ligadas ao Paraná. Por conta disso, teve algumas conversas durante o ano com o presidente Leonardo Oliveira e recebeu o convite para ser o executivo de futebol, também adiantado pelo L! no início desta semana.

Em 2016, ele foi o responsável pela formação do elenco do Guarani, que conseguiu o acesso da Série C para a Série B. Pastana também acumula outros três acessos: da Série C para a B com o Barueri, em 2007 e da Série B para a A com Barueri (2008) e Criciúma (2012). Trabalhou no Figueirense e Bahia também.

Com as chegadas de Rodrigo Pastana e de Tcheco, quem se desligará do clube será o atual gerente, Hélcio Aliski. Nos próximos dias, definições envolvendo o elenco e a comissão técnica serão anunciadas. Marcelo Chamusca é um nome que interessava como técnico, mas deve acertar com o Paysandu.