Fellipe Lucena
30/06/2016
21:21
São Paulo (SP)

O Palmeiras foi "na garganta" do Figueirense, como Gabriel Jesus havia prometido na quarta-feira, e fez mais uma vítima no Allianz Parque. Moisés, Dudu e o próprio Jesus (duas vezes) marcaram os gols da vitória por 4 a 0 que deixou o time na liderança isolada do Brasileirão, com três pontos de folga em relação ao Corinthians.

Os números de Cuca na arena seguem incríveis: oito vitórias em oito partidas, com 22 gols marcados e só um sofrido. No BR-16, o Verdão venceu os sete jogos que fez como mandante, incluindo um no Pacaembu.

A postura agressiva que a equipe adota diante de seu torcedor ajuda a entender as estatísticas. Quando um palmeirense rouba a bola, sempre vê Dudu, Róger Guedes e Gabriel Jesus prontos para receber em alta velocidade. Os três participam de absolutamente todos os movimentos ofensivos e contam sempre com o apoio de elementos-surpresa. Basta observar os gols feitos contra o Figueira.

O placar foi inaugurado com um cabeceio de Moisés, aproveitando cruzamento de Róger Guedes. No fim do primeiro tempo, Tchê Tchê surgiu na área e rolou para Dudu ampliar. No começo da etapa final, Zé Roberto foi acionado por Dudu e cruzou na cabeça de Gabriel Jesus, que anotou o terceiro do Palmeiras. Já no fim, Guedes cruzou para Jesus marcar seu nono gol no Brasileiro e virar artilheiro isolado.

Os catarinenses, que somam só 14 pontos e brigam contra as últimas posições, ainda não sabem o que é vencer como visitantes e não ameaçaram em hora nenhuma o triunfo do líder. Os poucos instantes de instabilidade do Verdão vieram enquanto o time tentava assimilar a entrada de Matheus Sales no lugar de Moisés. O camisa 28 dominou o meio de campo e foi substituído aos cinco minutos da etapa final porque sentiu dor no pé, fruto de um pisão sofrido no jogo contra o Cruzeiro.

Cuca aproveitou a calmaria para dar um fim na polêmica da semana e acionar Barrios na vaga de Cleiton Xavier. O camisa 8, que teve uma boa chance para marcar e iniciou a jogada do quarto gol, não jogava desde a primeira rodada. Também deu tempo para o garoto Vitinho fazer seu segundo jogo como profissional e ganhar minutos no lugar de Dudu, muito aplaudido.

O Palmeiras agora visita o Sport, segunda-feira, na Ilha do Retiro. O Figueirense joga no domingo, em casa, contra o Atlético-MG.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 FIGUEIRENSE

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data/horário: 30 de junho de 2016, às 19h30, quinta-feira
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Clóvis Amaral da Silva (PE)
Público/renda: 32.834 pagantes/ R$ 1.935.544,72
Cartões amarelos: Rafael Moura (FIG); Róger Guedes (PAL)
Gols: Moisés 7'1ºT (1-0); Dudu 42'1ºT (2-0); Gabriel Jesus 10'2ºT (3-0) e Gabriel Jesus 45'2ºT (4-0)

PALMEIRAS: Fernando Prass; João Pedro, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê e Moisés (Matheus Sales 7'2ºT); Róger Guedes, Cleiton Xavier (Lucas Barrios 19'2ºT) e Dudu (Vitinho 36'2ºT); Gabriel Jesus. Técnico: Cuca.

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Ferrugem (Josinei 29'2ºT) e Bady; Ermel (Yago 1'2ºT), Rafael Moura e Dudu (Everton Santos 29'2ºT). Técnico: Vinícius Eutrópio.