HOME - Corinthians x Avaí - Campeonato Brasileiro - Tite (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/LANCE!Press)

Tite ganhou muitos títulos com o Corinthians (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/LANCE!Press)

Igor Siqueira*
15/06/2016
00:18
Rio de Janeiro (RJ)

O acordo ainda não está selado. Foram quase três horas de reunião, mas CBF e Tite ainda não se acertaram para que o treinador seja o novo comandante da Seleção Brasileira. 

Segundo informou a assessoria de comunicação da CBF, houve "uma primeira conversa", considerada "produtiva, mas inconclusiva". As duas partes, ainda de acordo com a entidade, ficaram de se reunir novamente em um outro momento. 

Por conta do impasse, Rogério Micale, técnico da sub-20 e da Seleção Olímpica será o responsável pela pré-lista de 35 jogadores para a Rio-2016, que obrigatoriamente será enviada nesta quarta-feira ao Comitê Olímpico Internacional. Isso também é um forte indício de que Micale vai comandar o Brasil nos Jogos, já que os nomes da comissão técnica não poderão ser alterados a partir desta quarta. 

Tite veio ao Rio de Janeiro no jatinho da CBF e chegou à sede da entidade às 20h50. Ele deixou o prédio por volta das 23h45 desta terça-feira, sem falar com jornalistas.

CORINTHIANS TENTARÁ CONVENCER TITE A FICAR:

O Corinthians ainda tem esperanças de que Tite recuse a proposta da Seleção Brasileira e cumpra o contrato que tem com o clube, até dezembro de 2017. Após a reunião que não definiu o acordo com a CBF, a diretoria do clube paulista se animou com a possibilidade de convencer o treinador a permanecer, e o encontro entre as partes será realizado antes do treino desta quarta-feira, no CT Joaquim Grava. Roberto de Andrade, presidente do clube, considera a Seleção como um "abacaxi" que colocariam nas mãos de Tite.

O treinador voltou a São Paulo no início da madrugada e, além da diretoria do Corinthians, terá conversas com sua comissão técnica antes da atividade desta quarta.