Brasil x Camarões - vôlei

Sem dificuldades, meninas do Brasil venceram Camarões na estreia (Foto: Pedro Ugarte/AFP)

RADAR/LANCE!
06/08/2016
19:00
Rio de Janeiro (RJ)

A Seleção Brasileira feminina de vôlei não encontrou dificuldades para bater a frágil equipe de Camarões por 3 sets a 0 no Maracanãzinho. As parciais sintetizam a facilidade com a qual as comandadas de José Roberto Guimarães cumpriram sua obrigação: 25 a 14, 25 a 21 e 25 a 13.

A ponteira Fernanda Garay falou sobre o sentimento da estreia e a importância do resultado positivo na estreia dos Jogos Olímpicos.

- Não podemos bobear com nenhum adversário. Sabemos que todos que estão aqui têm qualidade e vão vir para cima do nosso time para tirar uma casquinha. Foi uma estreia e o frio na barriga é sempre gostoso. É sinal de que trabalhamos muito e não esperamos menos do que tudo que temos para mostrar. E começar com uma vitória é muito importante, ainda mais nessa competição, onde precisamos de vitória atrás de vitória. Começamos com o pé direito, estou feliz pelo resultado, mas sabemos que temos que melhorar ainda mais - disse Garay.


Apesar das parciais um pouco mais tranquilas, neste que foi o jogo considerado teoricamente mais fácil para o time do Brasil, Sheilla se preocupou especialmente com o segundo set e elogiou o desempenho das adversárias.

- Não foi exatamente como imaginávamos porque acho que esperávamos até um pouco mais fácil do que foi, mas foi gostoso, foi muito bom ver a torcida, sentir a energia do ginásio e também foi bom ver Camarões jogando neste nível. Elas melhoraram muito deste a última vez que jogamos contra e estou feliz pela estreia das novatas na Olimpíada. Foi tudo muito legal - disse Sheilla, se referindo a Gabi, Fabíola, Juciely e Léia, estreantes em Jogos Olímpicos.

O técnico da seleção brasileira, José Roberto Guimarães, também comentou sobre o desempenho nesta partida de estreia.
- O time delas está evoluindo, tem jogadoras interessantes e fiquei feliz da forma como elas se comportaram. Na verdade, não fiquei feliz de como o nosso se comportou no segundo set, mas gostei bastante do primeiro e do terceiro. Precisamos melhorar nosso sistema defensivo, algumas bolas bobas caíram, o saque não foi tão eficiente, mas foi mais pontual nessa segunda parcial - disse Zé Roberto.