Marcelo Laguna e Rafael Valesi
18/08/2016
00:05
Enviados especiais ao Rio de Janeiro

Usain Bolt está mais do que nunca pronto para quebrar o recorde mundial dos 200 metros, a prova que já disse ser a sua preferida. Nesta quarta-feira, após vencer com tranquilidade a série semifinal - e ainda assim marcar seu melhor tempo do ano na prova, 19s78 - o jamaicano avisou: está pronto para bater o recorde mundial nesta Rio-2016. A final está marcada para esta sexta-feira, a partir das 22h30, no Estádio do Engenhão.

- Definitivamente eu acho que estou pronto para quebrar este recorde, sinto isso. Mas preciso correr de uma forma mais eficiente para chegar bem na reta e assim fazer uma corrida perfeita. Se puder correr um pouco melhor na curva, também terei maiores chances de superar este recorde. Espero que corra na raia 6 - disse Bolt.  O recorde mundial da prova pertence ao jamaicano, com 19s19, assim como o olímpico, estabelecido em Pequim-2008, de 19s30.

Logo após o final das provas desta quarta-feira, a Iaaf (Associação das Federações Internacionais de Atletismo) divulgou o balizamento da final dos 200 m, com Bolt largando na raia 6. Na raia 4 estará o canadense Andre de Grasse, segundo mais rápido das semifinais (19s80) e na 5 largará o americano Lashawn Merrit (19s94).

Embora a eliminação de Justin Gatlin nas semifinais tenha surpreendido muita gente, Bolt admitiu que já esperava por isso.

- Não fiquei surpreso, eu penso que ele fez o máximo que podia, mas na entrada dos 100 m vi que ele já não tinha a mesma velocidade - afirmou.

O americano, após terminar em terceiro na sua bateria semifinal, admitiu que sentiu uma lesão no tornozelo, sofrida este ano e que o estava incomodando muito nos últimos tempos.

- Felizmente ainda tenho condições de disputar os revezamentos. Meu tornozelo vem me dando muito trabalho ultimamente. Não pude fazer minha melhor corrida - explicou o americano.