Sport x Fluminense

Gabriel Xavier abriu o placar para o Sport (Foto: Carlos Ezequiel Vannoni/Eleven)

LANCE!
19/06/2016
17:58
Recife (PE)

Em um jogo animadíssimo nos minutos finais, o Fluminense não conseguiu chegar ao sexto jogo seguido de invencibilidade no Brasileiro e acabou derrotado pelo Sport por 2 a 1. Com dois dos três gols da partida saindo na reta final do segundo tempo, o Tricolor viu a chance de se manter no embalo rumo ao G4 ir por água abaixo na Ilha do Retiro. O gol decisivo deste domingo foi marcado por Diego Souza, logo ele que deixou o Flu no começo da temporada.

Na próxima rodada, o Fluminense, que parou nos 13 pontos, enfrenta o Santos, quarta-feira, em Cariacica. Já o Sport, agora com oito pontos e “embolado” na zona do rebaixamento, visita o São Paulo, quinta-feira, no Morumbi.

Para o segundo tempo, Levir Culpi não quis nem saber e gastou os cartuchos logo no começo: o treinador já tinha colocado Dudu no lugar de Edson pouco antes de levar o gol, perdeu Jonathan no intervalo por lesão e ainda botou Magno Alves no lugar de Richarlison.

A tônica foi semelhante. Mais posse de bola tricolor e o Sport apostando no contra-ataque. O jogo melhorou de nível. O Leão, com Diego Souza, chegou a acertar o travessão de Cavalieri. A resposta do Flu foi outra bola na trave, chutada por Magno Alves.

Mas os dois personagens ainda voltaram a aparecer. Magno Alves, na oportunidade seguinte, não desperdiçou, já aos 39 minutos do segundo tempo. A impressão era que o empate – até justo pelo que fizeram os dois times – se concretizaria. Mas Diego Souza também se redimiu dos gols perdidos, driblou Cavalieri e confirmou a vitória do Sport.

O tropeço é mais doloroso por causa do momento ruim que o Sport vive no Brasileirão. O time de Oswaldo de Oliveira estava há três jogos sem vencer e ficou retraído durante a maior parte do jogo.

O Fluminense, no entanto - usando um clichê da crônica esportiva -, não transformou o domínio em gols. No primeiro tempo, quando o Sport conseguiu abrir o placar depois de 40 minutos, o Tricolor teve mais posse de bola, mas a única chance veio em uma cabeçada quase despretensiosa de Richarlison. O atacante, apesar de ter sido "o pai" da oportunidade mais clara, não fez um bom jogo e acabou sacado no intervalo.

Quem deu bom exemplo para cabecear foi Gabriel Xavier. O meia entrou com liberdade entre os defensores tricolores e aproveitou bem o cruzamento do lateral Renê. Foi um alívio para o Sport, que antes tinha desperdiçado uma chance de ouro depois de arrancar e ficar cara a cara com Diego Cavalieri. A exemplo do que fez no famoso lance da Libertadores-2012, pelo Vasco, contra o Corinthians, ele parou no goleiro.

Richarlison - Sport x Fluminense
Sport e Flu jogaram no Recife (Foto: Clelio Tomaz/AGIF)

SPORT 2 X 1 FLUMINENSE
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data/Hora: 19/6/2016, às 16h
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Danilo Manis e Rogerio Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Renê, Samuel Xavier (SPT)
Gols: Gabriel Xavier, 40'/2ºT (1-0); Magno Alves, 39'/2ºT (1-1); Diego Souza, 45'/2ºT (2-1)

SPORT: Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Serginho (Clayton, 40'/2ºT), Everton Felipe (Lenis, 16'/2ºT), Gabriel Xavier e Diego Souza; Edmilson (Rodrigo Mancha, 26'/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Jonathan (Giovanni, intervalo), Gum, Henrique e Wellington Silva; Douglas, Edson (Dudu, 37'/2ºT), Cícero, Gustavo Scarpa e Marcos Júnior; Richarlison (Magno Alves, intervalo). Técnico: Levir Culpi