briga Coritiba x Corinthians

Um torcedor do Corinthians chegou a ser dado como morto na pancadaria em frente ao Couto Pereira, mas passa bem. (Foto: Reprodução/Twitter)

Guilherme Moreira
18/06/2017
10:30
Curitiba (PR)

Cerca de três horas antes do apito inicial de Coritiba e Corinthians, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, uma confusão entre torcedores das duas equipes deixou vários feridos nos arredores no estádio Couto Pereira. Uma morte chegou a ser confirmada pelo delegado Clóvis Galvão, da Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe), mas depois foi desmentida pelo mesmo. 

Por volta das 8h30, três ônibus e uma van que levavam torcedores do Corinthians ao Couto Pereira chegaram sem escolta policial, fora do comboio de 38 ônibus, e entraram em uma rua errada no acesso ao estádio. Eles pararam na esquina entre as ruas Mauá e Amâncio Moro, principal ponto de encontro da torcida coxa-branca, e subiram em direção à loja da organizada Império Alviverde, na rua de cima. O conflito foi inevitável em frente ao estádio.


Viaturas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros chegaram ao local minutos após a confusão e dispersaram os torcedores que ainda estavam por lá. Equipes do 12°, 20° Batalhão e a Choque fizeram o apoio na rua. Até um helicóptero foi usado na ação. A confusão atrasou a chegada ao estádio dos jogadores do Corinthians. No terminal Pinheirinho, outra confusão envolvendo 30 torcedores foi informada pela Guarda Municipal, mas sem registros de ferimentos ou detenções.

De acordo com a Polícia Militar (PM-PR), sete homens se machucaram na briga, mas a reportagem apurou que foram nove. Quatro feridos foram encaminhados ao Hospital Cajuru, outros dois foram para o Hospital do Trabalhador e um para o Hospital Evangélico. Os demais se recusaram a receber atendimento médico.

A torcida do Corinthians esgotou os quatro mil ingressos destinados ao setor visitante do Couto Pereira.