Roberto Martínez - Inglaterra x Bélgica

Roberto Martínez comemorou o feito da Bélgica (Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP)

LANCE!
14/07/2018
14:55
São Petersburgo (RUS)

Depois de vencer a Inglaterra por 2 a 0, a Bélgica garantiu o terceiro lugar da Copa do Mundo e conquistou a melhor campanha de sua história em Mundiais. Após o confronto em São Petersburgo, o técnico Roberto Martínez exaltou o desempenho de sua equipe.

– Obviamente, queríamos vencer a Copa, ainda mais depois de vencer o Brasil e chegar às semifinais. Mas você precisa ser realista. Nós fizemos história pela Bélgica. Este grupo foi um grande sucesso na Copa. O futebol que jogamos foi de alto nível e mostra o que queremos como uma nação futebolística. Foi uma jornada sensacional. Vamos procurar melhorar para as próximas oportunidades que tivermos – disse, após o duelo.


Martínez ainda respondeu qual foi a maior conquista da seleção nesse período e aproveitou para elogiar muito os jogadores como grupo.

– Acho que a maior conquista com essa seleção foi se tornar um time. Quando você trabalha com seleções, você sempre tem a sensação de que não trabalha o grupo de uma forma prolongada. Você não ouviu ninguém falando aqui de outras coisas que não a Copa do Mundo, o nosso trabalho aqui.

- Jogamos de igual para o Brasil, viramos contra o Japão, temos dez jogadores com gols na Copa. Há muito recordes que mostraram a força deste time. Acredito que jogamos um futebol que os fãs da Copa do Mundo adoraram. Pessoalmente, não gosto de falar de mim - completou.

INGLATERRA

Nós conseguimos parar as forças dele. Conseguimos travar as jogadas de bola parada deles. Protegemos bem a nossa área. Eles não tiveram também a energia que tivemos, porque tiveram um dia a menos de descanso.

LUKAKU

Lukaku fez uma grande Copa do Mundo, estou encantado com a entrega dele. Ele faz mais do que marcar gols. Foi um jogo difícil contra a França e ele veio hoje com um pouco de dor. Aprecio a mentalidade de vencedor, a capacidade de arrastar marcadores. Não poderia ficar mais feliz com a contribuição dele na Copa. Ele mostrou vários sinais de maturidade e tem um dos melhores futuros pela frente do futebol da Bélgica.

FUTURO

Acho que esse time estabeleceu um novo nível para a Bélgica. Precisamos ter sucesso nas categorias de base, brigando por títulos, com a mentalidade vencedora que mostramos aqui. Nos próximos dois anos, precisamos ter uma Bélgica competitiva, no profissional e na base. Daqui em diante temos uma forma de trabalho, uma maneira de jogar, que precisa ser replicada para a Eurocopa de 2020.