Bélgica x Inglaterra

Hazard fez o segundo gol da Bélgica (Foto: GIUSEPPE CACACE / AFP)

Luiza Sá
14/07/2018
13:11
Rio de Janeiro (RJ)

A disputa pelo prêmio de melhor jogador da Copa do Mundo da Rússia está acirrada. Um dos candidatos, o belga Eden Hazard mostrou, contra a Inglaterra, que ainda está vivo, mesmo que a seleção tenha ficado apenas com o terceiro lugar da competição. Neste sábado, ele fez o gol que fechou o placar de 2 a 0 em São Petersburgo.

Nesta Copa, Hazard soma três gols e quatro assistências. Na disputa pelo terceiro lugar, mais uma vez ele foi um dos principais nomes da equipe de Roberto Martínez em campo. Em números totais do torneio, o jogador do Chelsea completou 40 dribles, ficando atrás apenas de Diego Maradona (com 53, em 1986), Jairzinho (47, em 1970) e Lionel Messi (46, em 2014) e foi eleito o Homem do Jogo quatro vezes, incluindo neste duelo contra os ingleses.


Esse desempenho coloca o atacante de volta ao status dos grandes jogadores da atualidade. Na última temporada, o Chelsea teve desempenho muito abaixo do comum, ficando fora da próxima Liga dos Campeões, e não contou com atuações de destaque de Hazard. Ele fez 52 partidas e marcou 17 gols.

Uma das equipes que mais sofreu com Eden Hazard nessa fase de mata-mata foi justamente a Seleção Brasileira. O camisa 10 fez seu melhor jogo na Copa contra os brasileiros, infernizando a vida de Fagner na parte lateral do campo. Na disputa de terceiro lugar, foram 42 passes certos e 10 errados. Ele sofreu duas faltas e deu dois dribles corretos.