Fábio Suzuki
06/08/2016
12:42
Rio de Janeiro (RJ) 

Jogo de estreia é sempre complicado, ainda mais enfrentando uma das grandes favoritas à medalha de ouro. Mas a vitória da Seleção feminina de handebol sobre a Noruega, neste sábado, teve uma ajuda extra-campo: a torcida brasileira, que empurrou o time nacional durante todo o jogo. O incentivo fora da quadra na Arena do Futuro foi ressaltado pelas jogadoras após a vitória por 31 a 28 sobre as norueguesas.

- A torcida jogou junto o tempo todo e isso vai ajudar muito na nossa confiança para o restante da competição. A torcida tende a ficar mais quieta quando o time não está em um bom momento mas aqui foi diferente, jogaram junto toda a partida, mesmo quando a Noruega esteve melhor – comentou a armadora Duda Amorim.

No segundo tempo, com a Seleção à frente no placar, os brasileiros começaram a cantar “ôôô... o campeão voltou” em alusão ao título mundial do Brasil na modalidade, em 2013. E o fato de jogar em casa foi apontado como um fator que poderá fazer a diferença em uma modalidade muito equilibrada como está o handebol feminino. Oito equipes são apontadas como possíveis candidatas a medalhas nos Jogos Rio-2016.

- A gente sabe que é uma chance única de poder Jogar uma Olimpíada dentro de casa e será um diferencial. Sabemos que podemos chegar ao pódio se mantermos esse jogo que apresentamos hoje – afirmou Duda.

Destaque da partida com 11 gols, a central Ana Paula também reforçou a participação da torcida para o bom resultado conquistado pela Seleção feminina.

- A torcida foi muito importante e acreditou na gente. Mas temos que tomar cuidado para não se empolgar – afirmou a jogadora.

O próximo jogo da Seleção feminina de handebol do Brasil é na próxima segunda-feira, contra a Romênia.