LANCE!
06/08/2016
12:38
São Paulo (SP)

As primeiras horas de competições dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro foram mais dinâmicas do que o esperado. Já houve disputa acirrada no handebol, no judô, no tiro com arco e em outras várias modalidades. O Brasil já derrotou campeão mundial favorito ao pódio, mas, infelizmente, também já deu adeus em algumas competições. E por falar em vitórias e derrotas, a primeira Olimpíada em território sul-americano já teve até bandeira dos Estados Unidos sendo hasteada no tiro de pistola, no primeiro ouro dos Jogos.

A parte negativa, porém, ficou por conta do tumulto causado nos portões de entrada do Parque Olímpico. Os organizadores não conseguiram atender a alta demanda de torcedores nas dependências do local e muita gente teve que deixar o principal centro das competições sem conseguir assistir aos atletas de todos os cantos do mundo.

Tiro

A norte-americana Virginia Thrasher, de apenas 19 anos, escreveu seu nome na história do esporte mundial ao se tornar a primeira atleta a conquistar um ouro olímpico em território sul-americano. Virginia venceu a prova feminina de tiro de carabina com ar, distância de 10 metros, e cantou o hino dos Estados Unidos.

Namorada de Felipe Wu - concorrente ao pódio olímpico na prova do tiro de pistola com ar, distância de 10 metros -, a brasileira Rosana Budag ficou no honroso 8° lugar nesta prova.
.
Na disputa do tiro com arco por equipes entre os homens, o Brasil não foi bem e acabou sendo eliminado para a China, após perder o confronto por 6 a 2. Apesar do desempenho não ter sido conforme o esperado, os três atiradores do Brasil, Marcus Vinícius, Daniel Xavier e Bernardo Oliveira deixaram o Sambódromo da Marquês de Sapucaí muito aplaudidos pelo público. A Coréia do Sul, ao lado dos Estados Unidos e da Itália, é a favorita nesta modalidade.

Handebol

A estreia da seleção brasileira feminina de handebol não poderia ter sido melhor. No confronto diante da Noruega, atual bicampeã do mundo, as comandadas de Morgen Soubak fizeram bonito e venceram as favoritas por 31 a 28.

Esgrima

Representante do Brasil na esgrima, Rayssa Costa até que começou bem na competição olímpica ao derrotar a suíça Tiffany Geroudet. No entanto, em seguida, a brasileira acabou derrotada para a tunisiana Sarra Besbes, por 15 a 8. Já Amanda Simeão, tratada como uma das musas da delegação verde e amarela, deu adeus à competição logo em sua estreia, já que foi vencida pela francesa Marie-Florence Candassamy, por 15 a 6. Natalie Moellhausen, outra brasileira, foi mais longe: chegou às quartas de final, mas perdeu a chance de ir à semi com a derrota para a france francesa Lauren Rembi, começo da tarde. Histórico de qualquer forma! Foi o melhor resultado da esgrima nacional.

Judô

Os judocas Felipe Kitadai e Sarah Menezes, ambos medalhistas em Londres-2012, não têm mais chances de conquistar o lugar mais alto do pódio. A dupla foi eliminada nas quartas de final do torneio e agora briga pelo bronze na repescagem, a ser realizada ainda na tarde deste sábado.

Polo Aquático

Duas partidas aconteceram nas piscinas do Centro Olímpico Maria Lenk nesta manhã. Pelo Grupo A da chave masculina, Sérvia e Hungria protagonizaram um duelo muito equilibrado e empataram em 13 a 13. Na sequência, só que pelo Grupo B, a seleção dos Estados Unidos foi superada pela Croácia, e perdeu por 7 a 5.

Ginástica Artística 

Embora ainda tenha sido o primeiro dia de competições na ginástica artística, Arthur Zanetti, atual campeão olímpico nas argolas, fez bonito e conquistou a segunda melhor nota no aparelho que é sua especialidade. Principal adversário de Zanetti, o grego Eleftherios Petrounias foi o dono da melhor marca.

Em seguida, foi a vez de Diego Hypolito encantar o público brasileiro com sua apresentação no solo.  Assim como seu colega de seleção, Hypolito conquistou a segunda melhor nota em sua prova, ficando atrás apenas do japonês Kohei Uchimura.

Ciclismo

Nesta manhã, mais precisamente às 9h30, foi dada a largada para a prova masculina de ciclismo de estrada. Ao todo, os competidores irão percorrer uma distância de mais de 200 km para saber quem leva o ouro. Campeão olímpico será conhecido nesta tarde.

Vôlei de Praia

Outra modalidade que também é esperança de medalha para o Time Brasil nesta Olimpíada e estreou bem nesta manhã foi o vôlei de praia. A dupla formada por Bruno Schmdit e Alison Cerutti derrotou os canadenses Joshua Binstock e Sam Schachter, por 2 sets a 0. Os brasileiros voltam à quadra de Copacabana na próxima segunda-feira.