Thomas Bach, presidente do COI, durante entrevista coletiva (Foto: Divulgação/COI)

Para Thomas Bach, Rio enfrentou muitos os desafios,  mas entregará ótima Olimpíada. E alfineta Paes: "Adora fazer piada nos comentários"  (Foto: Divulgação/COI)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
04/08/2016
15:52
Rio de Janeiro (RJ)

A entrevista coletiva do presidente do COI, o alemão Thomas Bach, nesta quinta-feira, na Barra da Tijuca, foi marcada - além de assuntos relacionados a doping - por duas respostas. A primeira quando ele afirmou que acredita no sucesso dos Jogos, mas que os desafios e tensões foram tão grandes que  espera jamais passar por situação semelhante para organizar as próximas Olimpíadas. E que o prefeito Eduardo Paes, ao responder pela manhã que não pode " "ficar pagando a conta de caviar para o COI" é um piadista:

- Não sei nada deste novo comentário do prefeito. Mas o conheço e sei que ele gosta de fazer piadas nas entrevistas. Não foi pedido nada além do normal o e prefeito sabe muito bem.

O alemão também disse considerar o  modelo financeiro para ser a sede dos Jogos Olímpicos apropriado para um país em desenvolvimento que sofre uma recessão, como ocorre com o Brasil. E usou como exemplo o próprio fato da Cidade do Rio, mesmo com todos os problemas, ter conseguido entregar as obras, mesmo com alguns problemas. Foi aí que ele disse esperar que jamais o COI volte a enfrentar tantos desafios como os que enfrentou na preparação da atual edição dos Jogos.

- Foram muitos os desafios que enfrentamos e espero que não passemos por isso no futuro. Mas quero assegurar que com a cooperação do comitê organizador e da prefeitura, tudo  está indo muito bem, mesmo  com toda a tensão e os problemas que o país atravessa. Afinal, vice sua pior crise na história, com desafios nas áreas social, econômica e da saúde, além termos ultrapassado desafios em quase todos os sentidos, o modelo econômico dos jogos se mostrou robusto. E colocamos o evento de pé. 

Doping

Sobre doping, ele disse que os resultados finais do caso russo serão divulgados até o início da noite desta quinta-feira, com a análise de cada atleta individualmente e que os russos que estiverem limpo estão liberados para disputarem os Jogos.

- Isso será uma mensagem clara para os atletas limpos da Rússia. Se você está limpo, você tem de seguir com o seu sonho. Isso mostrará que não é apenas com doping que se consegue alguma coisa.   

Na prática, 2/3 dos atletas russos ficaram em condições de competir. A pena, para boa parte da imprensa internacional, está sendo considerada muito branda.