Jorge Luis Pinto - técnico de Honduras

Treinador disse para equipe se erguer física e mentalmente e disputar o bronze (Foto: AFP)

RADAR / POOL / Diez (Honduras)
17/08/2016
17:42
Rio de Janeiro (RJ)

O abatimento pela goleada que Honduras sofreu para a Seleção Brasileira nesta quarta-feira ficou ainda mais escancarado nas palavras de Jorge Luis Pinto. Em entrevista coletiva depois do 6 a 0 sofrido no Maracanã, o treinador disse que a postura pensada para a equipe ruiu com o gol relâmpago de Neymar:

- Vim aqui por orgulho e respeito. Qualquer esquema se descompõe com um gol sofrido aos 14 segundos devido a um erro individual. Sinto pena, me sinto envergonhado diante dos torcedores. Foi uma apresentação desastrosa, com erros maiúsculos e pagamos caro.

Em seguida, o técnico enalteceu a maneira como o Brasil desenhou sua goleada:

- Temos de reconhecer que o Brasil jogou bem e encontrou os gols, por mérito próprio e por nossos erros.

Questionado sobre a possibilidade de impedir a seleção de sofrer uma derrota com placar ainda mais dilatado:

- Tentamos no segundo tempo, apesar do 3 a 0. Mas aconteceu o mesmo. Nos primeiros minutos, um erro individual nos levou a sofrer o quarto gol e, aos poucos, o Brasil foi aproveitando novos erros nossos.

Em meio à frustração pela derrota, Jorge Luis Pinto tenta manter a confiança hondurenha para tentar a redenção com um bronze:

- Não vamos ficar na tristeza após a derrota. Devemos reagi, nos recuperarmos fisicamente e mentalmente para lutar pelo bronze. Queremos dar todas as forças para lutar pelo bronze, pois uma medalha é importante para nós. 

Ao final, o treinador indicou a Seleção Brasileira como favorita ao ouro:

- Sim, vi os partidos da fase de grupos, não pareciam tão contundentes. Mas a equipe encontrou mais futebol, a equipe ideal. Há condição técnica para os brasileiros realizarem seu sonho.