RADAR / LANCE!
17/08/2016
14:16
Rio de Janeiro (RJ)

Neymar tornou-se protagonista de um momento histórico da história dos Jogos Olímpicos nesta quarta-feira. Ao roubar a bola de um defensor e abrir o placar para a Seleção na semifinal contra Honduras, marcando aos 14 segundos, o atacante tornou-se o autor do gol mais rápido de uma partida no evento.

O capitão da Seleção roubou a bola de um adversário, avançou até a área e, após dividir com o goleiro, balançou a rede. 

Curiosamente, quem ostentava a marca anteriormente era um nome que dá dores de cabeça a torcedores canarinhos: Peralta, ao marcar o primeiro de seus dois gols do México na vitória por 2 a 1, na final da Olimpíada de 2012.