Vinícius

Vinícius trocou empurrões com médico paranista. (Divulgação/Atlético-PR)

Guilherme Moreira
29/02/2016
19:03
Curitiba (PR)

O Atlético-PR tem mais um desfalque para a partida de quinta-feira, às 19h30, na Arena da Baixada, diante do Foz do Iguaçu, em jogo adiado da sexta rodada do Campeonato Paranaense. Fora Weverton, a arbitragem também expulsou o meio-campista Vinícius.

Visivelmente, após a derrota por 1 a 0 para o Paraná, o árbitro Adriano Milczvski tinha levantado o cartão vermelho apenas para o goleiro rubro-negro. Entretanto, na súmula da partida, o camisa 29 também estava na lista do lado atleticano - Zé Roberto, aos 10 minutos do segundo, foi expulso pelo Tricolor. 

A confusão aconteceu depois do apito final. Dois gandulas do jogo foram tirar sarro dos atletas do Furacão pela derrota e perda da invencibilidade na temporada. Com a provocação, os jogadores foram cobrar satisfação.

De acordo com o relado de Milczvski, Vinícius do Atlético-PR trocou empurrões com o médico paranista, Jefferson Huyer Klippel, e deu início a uma confusão generalizada. Já Weverton empurrou e discutiu com jogadores do Paraná, além de reclamar com o próprio árbitro ao falar que "a culpa disso é só sua, c... Viu o que você fez?".

A súmula ainda consta que o presidente do Tricolor, Leonardo Oliveira, o superintendente de futebol, Durval de Lara Ribeiro, e o diretor de marketing, Rafael Tempo, também entraram no gramado. Entretanto, ressaltou que "nenhum destes dirigentes, entraram em conflito os jogadores, ou comissão técnica do Atlético, ou com a comissão de arbitragem. Apenas tiraram seus jogadores do conflito".

Enquanto o Furacão joga durante a semana, o Paraná encara outro clássico no domingo, às 18h30, contra o Coritiba, no Estádio Couto Pereira.