Weverton

Paraná e Atlético-PR realizaram um clássico bastante pegado na Vila Capanema neste domingo (Divulgação/Atlético-PR)

Daniel Piva
28/02/2016
21:57
Curitiba (PR)

O Atlético-PR tem muito o que lamentar na noite deste domingo. Além de perder o clássico para o Paraná, por 1 a 0, na Vila Capanema, o time rubro-negro perdeu o goleiro Weverton, capitão do time. Ele foi expulso no fim da partida, quando ocorreu uma confusão entre atletas e integrantes da comissão técnica dos dois clubes.

Ao término da partida, um integrante da comissão técnica do Paraná e um gandula provocaram alguns jogadores do Furacão, que não gostaram e deram início a um grande bate boca. No meio da confusão, o goleiro atleticano acabou expulso. Assim, ele desfalcará a equipe na quinta-feira, contra o Foz do Iguaçu, pelo Campeonato Paranaense.

- Eu saí rapidamente dali, honestamente não sei o que aconteceu. Fiquei sabendo depois só que o Weverton foi expulso - afirmou o meia Nikão, do Atlético-PR.  

- Parece que provocaram o Anderson Lopes e como estava todo mundo nervoso deu essa confusão. Clássico é assim mesmo-  apontou o volante Deivid.

Além de Weverton, quem também perdeu a cabeça foi o meia Vinícius, que discutiu com integrantes da comissão técnica paranista. Já o atacante Walter se desentendeu com um gandula.

- Todos que estão aqui na Vila Capanema são torcedores do Paraná, o que é normal. Mas como eles não vencem o Atlético-PR há algum tempo estão bem felizes. Mas estão no direito deles - provocou o camisa 18 do Furacão.