Brasil x Argentina

Daniel Alves pode conquistar seu 40º título da carreira (Luis Acosta / AFP)

André Schmidt
02/07/2019
23:51

"Tenho a raça do Cafú e a qualidade do Jorginho". A frase de Daniel Alves, numa coletiva no meio do mês passado, gerou diferentes reações no meio do futebol. A atuação do camisa 13 nessa terça-feira, contra a Argentina, porém, não deixa dúvidas: é um dos maiores laterais da história da Seleção Brasileira.

Aos 36 anos de idade, em seu jogo de número 114 com a Amarelinha - é o 3º que mais atuou, ficando atrás apenas de Roberto Carlos (126) e Cafú (142) -, Daniel iniciou a jogada do primeiro gol brasileiro na vitória por 2 a 0 dando um chapéu em Acuña e deixando Paredes sentado no chão antes de servir Fimino, na direita, que cruzou para Gabriel Jesus abrir o placar.

Esse foi apenas um dos dos 73 passes que o lateral tentou na vitória brasileira por 2 a 0. E acertou todos. Foi o líder do fundamento no duelo, segundo dados do Footstats. Assim como também foi o primeiro em desarmes, com cinco, e o segundo em dribles, com três, empatado com Messi e atrás somente de Philippe Coutinho.

Impecável na defesa e no ataque, com e sem a bola, Daniel Alves mostrou que ainda tem lenha para queimar com a camisa da Seleção Brasileira.

DANIEL ALVES CONTRA A ARGENTINA
- Dados do Footstats

73 passes certos
0 passes errados
1 virada de jogo certa
0 viradas de jogo erradas
2 lançamentos certos
5 lançamentos errados
3 dribles certos
0 dribles errados
2 rebatidas defensivas
5 desarmes certos