Neymar e Mbappe

Apesar do gol, Mbappé não queria ter saído da partida no último sábado (MARTIN BUREAU / AFP)

LANCE!
03/02/2020
09:08
Paris (FRA)

Na partida entre Paris Saint-Germain e Montpellier, vencida pelo time da capital por 5 a 0, as atenções se voltaram para o descontentamento de Mbappé com Tuchel ao ser substituído para a entrada de Sarabia. Segundo o “Le Parisien”, no último domingo, dia seguinte após o jogo, o treinador, atleta e Leonardo, diretor esportivo, tiveram um encontro para esclarecer o incidente na frente de todo o elenco.

Apesar da atmosfera pacífica neste encontro, as tensões entre francês e alemão não são novidades. Para o jogador, as atitudes do treinador não correspondem ao discurso do clube de dar mais protagonismo na mídia e comercialmente para ele. Além disso, Mbappé acredita ser injustiçado em relação aos outros companheiros de plantel, principalmente nos momentos em que é substituído de campo.

Apesar do jogo já estar em 5 a 0 e ele ter marcado o gol, o jogador saiu aos 24 minutos do segundo tempo e se irritou. O jovem é o atleta que mais tem saído em comparação com outras estrelas da franquia. Foram cinco vezes, empatado com Icardi, mas em média o francês é substituído mais cedo do que o argentino. Di Maria foi para o banco quatro vezes, enquanto Neymar apenas uma.

O comandante alemão tem na cabeça um senso de gestão do elenco e o tira do jogo para poupá-lo para próximos compromissos, como o desta terça-feira, em que o PSG enfrentará o Nantes. Além disso, o técnico espera contar com sua estrela apta para jogar na Liga dos Campeões contra o Borussia Dortmund. No entanto, toda a tensão tem dificultado a relação do jogador que já desmonstrou interesse em jogar no Liverpool e Real Madrid com Thomas Tuchel.