França x Croácia

França teve posse de bola de apenas 39% na final, contra 61% da Croácia (Foto: AFP)

LANCE!
17/07/2018
09:14
Moscou (RUS)

A Copa do Mundo chegou ao fim com a França como bicampeã mundial. A equipe de Didier Deschamps venceu a Croácia com sobras por 4 a 2, com grande atuações de seus principais jogadores, como Griezmann, Mbappé e Pogba. No entanto, a conquista francesa e a vitória sobre os croatas não representaram amplo domínio dos 'Les Bleus' quando o quesito se trata de posse de bola. Ao contrário de 2010 e 2014, quando Espanha e Alemanha ganharam o Mundial se impondo com a posse, a França mostrou neste ano que nem só de posse de bola se faz um campeão no futebol moderno.

A seleção capitaneada por Hugo Lloris teve um desempenho abaixo de muitas equipes no mundial quando o assunto é bola no pé, tendo apenas 49,8% de média de posse considerando os setes jogos da campanha. A França foi apenas o 18° time nas estatísticas de posse de bola durante o Mundial, ficando atrás de seleções menores como Arábia Saudita, que teve 57% de média e Tunísia, com 51,3%. A Espanha foi a melhor no quesito, com 69,2% e o Brasil ficou em quinto, com 56,8%.

Dos sete jogos da França nesta Copa, ela dominou a posse de bola apenas em três. Em quatro partidas na fase de mata-mata, os franceses só lideraram a posse nas quartas de final, em vitória por 2 a 0 sobre o Uruguai.

A POSSE DE BOLA NOS JOGOS DA FRANÇA NESTA COPA

França 2 x 1 Austrália - 51% x 49%
França 1 x 0 Peru - 44% x 56%
França 0 x 0 Dinamarca - 38% x 62%
França 4 x 3 Argentina - 41% x 59%
França 2 x 0 Uruguai - 58% x 42%
França 1 x 0 Bélgica - 40% x 60%
França 4 x 2 Croácia - 39% x 61%

- A França fez um gol de cabeça e nada mais além de defender. Eu preferia ter perdido para o Brasil nas quartas de final. Pelo menos era um time que queria jogar futebol. A França só pratica o antifutebol - disse o goleiro Thibaut Courtois, da Bélgica, após sua seleção perder para os franceses na semifinal.

A França é a seleção com menos posse de bola dentre as campeãs desde 2010. Na Copa realizada na África do Sul, a Espanha se notabilizou pela posse de bola e pela quantidade de passes trocados, o famoso tiki-taka. Neste mundial, a Espanha teve incríveis 89% de acerto nos passes - e se sagrou campeã no fim. Quatro anos mais tarde, no Brasil, a Alemanha, teve bom índice de posse de bola, com 57,7%, perdendo no quesito apenas para os espanhóis com 59%. Agora, porém, a Copa do Mundo está nas mãos de uma "cirúrgica" França.