Atropelamento - Moscou

Oito pessoas ficaram feridas após táxi avançar sobre a calçada, no centro de Moscou (Foto: Reprodução/Twitter)

LANCE!
18/06/2018
13:09
São Paulo (SP)

O taxista que atropelou oito pessoas em uma calçada no centro de Moscou, no último sábado, 16, afirmou, em depoimento, que cochilou no volante e confundiu os pedais do carro. Em um vídeo divulgado pela polícia russa, o motorista Anarbek Chingiz, de 28 anos e natural do Quirguistão, afirma que estava sem dormir há cerca de 20 horas.

- Não sei como isso aconteceu e estou muito arrependido - afirmou o rapaz, na gravação. No testemunho, o rapaz assumiu a culpa e pediu perdão às pessoas que machucou.

Segundo o motorista, ele teve cerca de três ou quatro horas de sono antes de iniciar o turno. Confuso, ele então confundiu o freio e o acelerador, o que criou uma inesperada perda de controle do veículo.

O táxi de Chingiz avançou sobre pessoas que estavam na calçada de uma rua a cerca de 200 metros da Praça Vermelha, no centro de Moscou. O momento do acidente foi registrado por uma câmera de segurança local.

Depois de subir na calçada, o carro ainda avança por alguns segundos até finalmente parar. Com o carro estacionado, dois homens com camisas da seleção mexicana tentam retirar o motorista do carro. Assim que a porta é aberta, Chingiz desce e foge correndo. Perseguido por algumas pessoas, ele foi detido pela polícia russa minutos depois.

A princípio, veículos de imprensa internacionais suspeitaram que o caso se tratava de um ataque terrorista. A hispótese foi levantada devido à semelhança com atentados recentemente cometidos na Alemanha, na Inglaterra e nos Estados Unidos. De prontidão, autoridades oficiais russas trataram de refutar a possibilidade.

Enquanto a polícia oficialmente relata sete pessoas feridas, agências de notícias do país alegam que oito pessoas deram entrada em hospitais da região pelo incidente.

Logo depois do incidente, a embaixada do México na Rússia informou, em sua conta no Twitter, que duas cidadãs do país haviam se machucado no acidente. Conduzidas a unidades de saúde locais, elas não apresentavam ferimentos graves.