Griezmann aplaude o assessor da França

Griezmann aplaude assessor de imprensa da França depois de entrevista (foto: Reprodução)

Thiago Salata
13/07/2018
07:29
Enviado especial a Moscou (RUS)

A manhã da França em seu "retiro" em Istra, região próxima a Moscou, foi de descontração. O volante Matuidi e o atacante Griezmann atenderam a mídia por cerca de uma hora no hotel em entrevistas que arrancaram risadas dos presentes e terminaram com aplausos de pé dos jornalistas franceses e do próprio Griezmann ao assessor de imprensa Philippe Tournon, de 74 anos, que irá se aposentar da função na seleção francesa ao fim da Copa do Mundo.

Matuidi foi o primeiro a falar. Enquanto respondia às perguntas do jornalistas, Griezmann ficou sentado em uma escada ao lado do auditório. Ao fim de uma resposta, o atacante gritou "próximo", arrancando gargalhadas dos presentes.

Mas foi a entrevista do próprio camisa 7, bem-humorado, que deixou o clima da finalista da Copa ainda mais descontraído. Em uma das muitas respostas em que risos foram ouvidos entre os jornalistas, Griezmann mandou um recado ao goleiro Courtois, eliminado com a Bélgica pelos franceses nas quartas de final. O belga reclamou que a França só joga na defesa e o francês foi questionado.

- Courtois precisa para com isso. Ele jogou no Atlético de Madrid, agora defende o Chelsea e ele acha o quê? Acha que está jogando no Barça? Não me importa o caminho! Eu quero é ganhar, eu quero a estrela - disse Griezmann, referindo-se ao estilo de jogo dos times.

- A defesa para nós é a mais importante, é a nossa base - completou.

Até mesmo quando estava falando sério, o atacante não deixou de fazer sua piada. Griezmann respondia sobre o orgulho de ser francês...

- Você tem que estar orgulhoso de ser francês. Nós não dizemos muito isso. Eu quero que os jovens digam que "viva a França!". Nós temos um país lindo, nós comemos bem, vivemos bem, temos uma boa equipe e ainda temos jogadores bonitos (risos). Temos de estar orgulhosos! - soltou o camisa 7.

Nesta sexta-feira, a França abriu pela última vez as portas de sua concentração na Rússia para os jornalistas. As entrevistas deste sábado serão no Lujniki, palco da final contra a Croácia, no domingo. A data rendeu reverências da imprensa e dos jogadores ao assessor Philippe Tournon, que trabalha na seleção francesa desde 1983. Matuidi prometeu esforço para que ele se aposente com o segundo título mundial e Griezmann reforçou os aplausos dos jornalistas, de pé, ao terminar sua entrevista.

- Esperamos que a carreira dele termina de forma apoteótica - disse Matuidi, que sorriu, olho para o lado e viu Tournon um pouco tímido.

Assessor da França com Deschamps
Tournon com Deschamps, hoje técnico, quando esta era jogador