Bruno Grossi
08/11/2016
06:50
São Paulo (SP

Desde 2013, Rodrigo Caio voltou às origens da base e se firmou como zagueiro no São Paulo. Foi na defesa que ele passou a ser alvo de clubes europeus, chegou ao ouro nos Jogos Olímpicos e foi convocado para a Seleção Brasileira. Mas, para os jogos contra Argentina e Peru nas Eliminatórias, ele pode voltar a atuar no meio de campo.

Isso porque o técnico Tite, preocupado com a ausência do lesionado Casemiro, ex-Tricolor e atualmente no Real Madrid (ESP), quer ter uma opção caso Fernandinho, do Manchester City (ING), também passe por algum problema. Rodrigo foi volante nos dois primeiros anos como profissional do São Paulo e, com Dunga, atuou na função na Copa América Centenário deste ano.

O treinador telefonou para o zagueiro na última semana e o consultou sobre a possibilidade. Rodrigo apenas avisou sobre o fato de não jogar no meio de campo pelo São Paulo desde a passagem de Doriva, mas se colocou à disposição de Tite.  O último jogo no meio-campo do Tricolor foi um empate em 2 a 2 com o Vasco no Morumbi, com gol justamente do zagueiro.

Na lista inicial de Tite para os jogos contra Argentina, no dia 10, e Peru, na madrugada do dia 15 para o dia 16, foram chamados 24 jogadores. O técnico esperava que Casemiro se recuperasse de lesão, o que não aconteceu, restando apenas Fernandinho e Paulinho, do Guangzhou Evergrande (CHN), como volantes. 

CONFIANÇA EM ALTA

​Os 4 a 0 sobre o Corinthians tiveram sabor especial para Rodrigo Caio. O zagueiro estreou como profissional nos 5 a 0 sofridos para o rival em 2011 e foi titular nos 6 a 1 do ano passado. Assim, a goleada do último sábado serviu para o defensor lavar a alma e se aliviar depois das duas frustrações da carreira. Em sua cidade natal, Dracena, no interior de São Paulo familiares também celebraram a “vingança” de Rodrigo com festa na casa do jogador.