Entrevista em Itaquera

Silvia Neid, técnica da Alemanha, concede entrevista na Arena Corinthians (Foto: Reprodução Twitter)

Thiago Ferri
02/08/2016
16:26
São Paulo (SP)

Enquanto no Rio de Janeiro muitos atletas criticaram as estruturas para os Jogos Olímpicos, as seleções de futebol feminino que estão em São Paulo até agora só acharam motivos para elogios. Um dia antes da estreia na competição, os técnicos de Canadá, Austrália, Alemanha e Zimbábue foram à Arena Corinthians e mostraram estar encantados com o Brasil. Até jogos da Série B do Brasileirão agradaram aos visitantes.

- Estamos aqui há quatro semanas, somos quase brasileiros. Na Austrália disputamos a atenção com outros esportes como cricket, mas estamos crescendo. É muito bom quando estamos em um país em que o futebol é uma religião, onde vemos os treinamentos desde as crianças, a paixão deles. Ligar a TV e ver um jogo da Série A, Série B, Libertadores, é algo que amamos. É um prazer estar aqui e não podemos esperar por amanhã (quarta) - disse Alen Stajcic, técnico da seleção australiana.

Medalha de bronze em Londres-2012, a equipe canadense está vivendo o clima de "véspera de Natal", segundo seu treinador, John Herdman. O contato com os brasileiros é o que gera esta expectativa nas jogadoras.

- Quando você chega em uma arena como esta sente que realmente está em um país que gosta de futebol. O povo aqui sente o futebol, não é algo forçado. Esta cidade é colossal - acrescentou.

Outra candidata à medalha na categoria, a seleção alemã se impressionou com a estrutura da Arena Corinthians, desde os vestiários até o campo em que jogarão na quarta-feira. Já o time de Zimbábue, que tirou selfies no passeio no estádio, mostrou gratidão pela forma como foram recebidos.

- O ambiente é muito bom, treinamos no Parque do Ibirapuera (veja a foto abaixo), pudemos sentir a cidade e a sensação é bem positiva. Estamos felizes com a estrutura do estádio, tivemos oportunidades de conhecer um pouco ontem. Gostamos do gramado, do vestiário, a área é grande para fazer o aquecimento - afirmou a técnica alemã, Silvia Neid.

- Estamos felizes, não fomos a muitos torneios, mas estamos felizes por tudo que temos aqui no Brasil até agora. Muita qualidade, a organização realmente fez a lição de casa, não podemos reclamar. Os voluntários são muito amigáveis e agradecemos pela gentileza - encerrou Shadreck Mlauzi, técnico do Zimbábue.

Na quarta-feira, estão marcados dois jogos para a Arena Corinthians: Canadá x Austrália, às 15h e Zimbábue x Alemanha, às 18h. As equipes fazem parte do Grupo F de futebol feminino.