Flávia Saraiva e Daniele Hypolito conquistaram quatro medalhas para o Brasil em Baku (Foto: Divulgação)

Flávia Saraiva e Daniele Hypolito conquistaram quatro medalhas para o Brasil em Baku (Foto: Divulgação)

LANCE!
21/02/2016
15:20
São Paulo (SP)

O fechamento da primeira etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística, disputada em Baku, no Azerbaijão, deixou esperanças para os torcedores brasileiros. Apenas nesse domingo, o país conquistou quatro medalhas, sendo duas delas de ouro.

A maior destaque da Seleção Brasileira foi a prodígio Flávia Saraiva, de 16 anos. A atleta de apenas 1,33m foi gigante, conqusitando a medalha de ouro na trave, com 14,800 pontos, e no solo com 13,850. Além disso, ainda levou o bronze nas assimétricas, com 13.250.

Se a jovem prodígio brilhou em três provas, quem também saiu do Azerbaijão com medalhas foi a veterana Daniele Hypolito, de 31 anos. A atleta marcou 13,800 pontos nas assimétricas e ficou com a segunda colocação.

Em abril, as duas competem no evento-teste para a Olimpíada do Rio de Janeiro, quando a Seleção Brasileira busca a vaga por equipes para os Jogos.