Luis Fabiano - Treino do São Paulo (Foto: Ale Cabral/ LANCE!Press)

Luis Fabiano está perto de se mandar para a China (Foto: Ale Cabral/ LANCE!Press)

Igor Siqueira
06/11/2015
07:45
Rio de Janeiro

Podendo contratar até três jogadores estrangeiros para defender o Tianjin Songjiang, da segunda divisão chinesa, o técnico Vanderlei Luxemburgo já traçou alvos no mercado do futebol brasileiro. Quem, no momento, tem negociações mais avançadas com o clube oriental é o atacante Luis Fabiano, do São Paulo.

O contrato do Fabuloso se encerra ao fim de dezembro e Luxa tem um desejo antigo de trabalhar com o jogador, desde os tempos de Flamengo.

Mas antes de encaminhar o acerto com o atacante tricolor, o time de Luxemburgo, segundo o LANCE! apurou, fez proposta para o artilheiro da Série A, Ricardo Oliveira. No entanto, o jogador, que retornou à Seleção Brasileira defendendo o Santos e já revelou o desejo de ficar no Peixe o máximo de tempo possível, não topou o projeto. A negociação virou fumaça e aí que o nome de Luis Fabiano surgiu.


A ideia de Luxemburgo é clara. Levar para a China três nomes que hoje estão na Série A do Brasileirão. Everton, do Flamengo, continua negociando. No entanto, a conversa não anda tão simples quanto a de Luis Fabiano.

Ainda há um terceiro nome na mira. O desfecho das duas negociações em curso será fundamental para a confirmação dele. Se Everton e Luis Fabiano fecharem, Luxa vai atrás de um meia de ligação, que atue centralizado. Caso o jogador do Flamengo não assine, o Tianjin tentará outro nome que atue pela esquerda.

Um dos requisitos para entrar na lista e ser o "terceiro elemento" é não estar com idade avançada, como é o caso de Luis Fabiano, prestes a completar 35 anos.

Luxemburgo fica na China até o fim da próxima semana. Ele espera resolver as negociações o mais rápido possível, já que o contato direto com os donos do clube facilita a transmissão dos desejos do treinador.