Ana Canhedo
11/09/2016
20:25
São Paulo (SP)

Na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Palmeiras conseguiu somar um ponto ao segurar empate por 0 a 0 com os donos da casa contando com ótima atuação do goleiro Jailson. Preocupação apenas com Gabriel Jesus, que deixou o gramado com dores no adutor da coxa esquerda e será examinado. Dos 12 pontos da 'sequência da morte' do Verdão, o time somou quatro até aqui. A próxima 'final' será contra o Flamengo, na quarta-feira. Depois, virá o Corinthians, sábado, em Itaquera.

O Palmeiras não se encontrou no primeiro tempo, mas Jailson estava lá para evitar o pior. Logo de cara, o goleiro já foi testado. Tchê Tchê escorregou próximo à área e o camisa 49 foi obrigado a se mexer para evitar o gol. Bolaños, de fora da área, também arriscou. Lá estava o defensor novamente, desta vez para mandar a bola para escanteio.


Pedro Rocha, depois, saiu cara a cara com Jailson. De novo, ele fez boa defesa. Se o goleiro estava ligado, o Palmeiras parecia perdido. Entre escorregões no gramado molhado e passes errados, o Verdão ainda teve Gabriel perdido na lateral-direita. Sem volume no meio-campo e com a bola queimando nos pés, o time de Cuca só conseguiu equilibrar as coisas quando Dudu passou da esquerda à direita.

Guerreiro solitário na luta contra a defesa do Grêmio, Gabriel Jesus se irritou ao sofrer duas faltas em sequência e partiu para cima do árbitro. Coube a Moisés, capitão sem braçadeira, evitar, com empurrão e bronca 'de pai', que o garoto recebesse o terceiro amarelo.


A estrela de Jailson voltou a brilhar na etapa final. Edílson, duas vezes, parou no camisa 49 do Verdão. Em uma das oportunidades, o goleiro buscou uma cobrança no ângulo direito de seu gol e viu a bola ainda resvalar no travessão antes de sair pela linha de fundo.

O Palmeiras seguiu sem volume no meio-campo. Moisés, preocupado com a marcação no primeiro tempo, foi logo sacado na etapa final. Ainda baqueado com a lesão do tornozelo direito, deu lugar a Lucas Barrios. Ganharia então Jesus um novo 'guerreiro' no ataque? Não, já que minutos mais tarde, com dores adutor da coxa direita, deixou o gramado.

Dudu, em lindo lance, recebeu cabeçada boa de Gabriel e emendou uma batida de primeira do meio da área. A bola explodiu no travessão. Rafael Marques, alteração emergencial para o lugar do garoto machucado, recebeu ótimo lançamento de Dudu no fim, mas viu Grohe desviar a bola e evitar o gol.

Consistente no meio-campo e na marcação e presente no campo de ataque, o Grêmio parou em Jailson, que no fim ainda foi amarelado por fazer cera. Sorte do Palmeiras, líder a somar mais um ponto na 'sequência da morte'. Que venha o Flamengo!

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 X 0 PALMEIRAS
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 11/9/2016 - 18h30
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Auxiliares: Luiz Antonio Barbosa (MG) e Marconi Helbert Vieira (MG)
Público/renda: 19.514 pagantes/R$ 671.308,00
Cartões amarelos: Edilson, Kanneman, Douglas e Walace (GRE); Jailson, Gabriel e  Edu Dracena (PAL)
Cartões vermelhos: -
Gols: -

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kanneman e Marcelo Oliveira; Walace (Ramiro, aos 26'/2ºT), Jaílson e Douglas; Pedro Rocha (Guilherme, aos 34'/2ºT), Luan e Miller Bolaños (Batista, aos 36'/2ºT). Técnico: Roger Machado.

PALMEIRAS: Jailson; Gabriel, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Tchê Tchê e Moisés (Lucas Barrios, aos 25'/2ºT); Róger Guedes (Cleiton Xavier, aos 20'/2ºT), Dudu e Gabriel Jesus (Rafael Marques, aos 31'/2ºT). Técnico: Cuca.