Lucarelli arrebentou no saque

Lucarelli arrebentou no saque (Juliana Kageyama)

Web Vôlei
24/01/2020
23:53
São Paulo

A segunda partida das semifinais da Copa Brasil masculina de vôlei vai entrar para a história. No segundo set do duelo paulista entre EMS/Taubaté e Sesi, em Jaraguá do Sul, na noite desta sexta-feira, Lucarelli protagonizou uma das maiores sequências de saque do vôlei.

O ponteiro campeão olímpico iniciou a passagem pelo serviço com o placar apontando 1 a 1. E ficou lá até com incríveis 12 a 2. Foram 11 saques consecutivos, com cinco aces, vários passes quebrados facilitando o trabalho do bloqueio de Taubaté, até que o Sesi conseguisse pontuar, após Lucarelli sacar na rede.

Taubaté, porém, acabou perdendo o jogo por 3 a 1. O Sesi fará neste sábado a decisão da Copa contra o Sada Cruzeiro, que eliminou o Sesc.

Relembre abaixo outras grandes sequências de saque:

- Em 2016, na Polônia, nas finais da antiga Liga Mundial, o central Eder, presente nesta sexta-feira, na Copa Brasil, foi sacar pelo Brasil com o placar mostrando vitória da França, no quarto set, por 16 a 11. Depois de nove saques do central, a Seleção Brasileira virou para 20 a 16.

- Outra vez Eder, na mesma competição, em 2016, mas no Rio de Janeiro, protagonizou uma sequência menor diante dos Estados Unidos. O central foi sacar com placar desfavorável de 18-20 e saiu de lá com 22 a 21 para o Brasil.

- Agora não iremos falar de uma única sequência de saques, mas sim de quantidade de aces em um único jogo. Em 2018, pelo Modena diante do Sora, o francês Ngapeth conseguiu 12 pontos diretos em um jogo de quatro sets, batendo o recorde do Campeonato Italiano.