Minas superou Osasco no José Liberatti

Gabi foi eleita a melhor do jogo (João Pires/Fotojump)

Wwb Vôlei
09/04/2019
00:11
São Paulo

Não foi uma atuação de gala. E, em vários momentos, o time até jogou mal, com dificuldade em virar a primeira bola e no passe – dois pontos fortes da equipe. Mas, no final das contas, valeu a consistência da força ofensiva e o Itambé/Minas derrotou o Osasco/Audax por 3 sets a 1 (parciais de 25/15, 19/25, 27/25 e 25/19), em 2h de jogo, na noite desta segunda-feira, no Ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), fechando a série semifinal da Superliga Cimed Feminina 2018/2019, em dois jogos e garantindo a vaga na final da competição.

O adversário na decisão é o Dentil/Praia Clube, que nesta segunda-feira garantiu a vaga ao derrotar o Sesi/Bauru por 3 sets a 0, em Uberlândia (MG), fechando o playoff em 2 jogos a 0.

A ponteira Gabi, que marcou 15 pontos, foi eleita a melhor em quadra e faturou o Troféu VivaVôlei.

- A gente sabia que ia ser um jogo difícil, por ser no Liberatti, onde a torcida faz muito barulho. O Osasco está de parabéns pela partida que fez. Nosso ataque não saiu como antes, como na partida anterior, elas sacaram muito bem. Hoje foi a vitória do conjunto. A gente tem 12 dias para nos preparar para essa final, esse clássico mineiro. Sem dúvida vai ser uma final eletrizante, as grandes finais foram todas contra o Praia, a gente perdeu o último jogo para elas. Vamos estudar, ver o que a gente precisa melhorar até lá. Com conjunto, a gente pode ir longe e dar esse título para o Minas - disse Gabi.

A oposta do Osasco, a norte-americana Hooker, foi a maior pontuadora do jogo, com 22 pontos. Pelo Minas, Natália marcou, Bruna Honório 16, Carol Gattaz 10 e Mara, 7. Os outros destaques do time paulista foram a ponteira Mari Paraíba, com 14 pontos, e a central Walewska, com 10.

A central Carol Gattaz voltou a falar do seu grande momento na carreira:

- Hoje eu sei cuidar do meu corpo, da minha alimentação, do descanso e hoje eu aprendi a ser uma atleta. Com essas cinco temporadas no Minas eu aprendi a ser uma outra atleta. Sem dúvida é o melhor momento da minha carreira.

Sobre a final contra o rival Praia, a central disse que espera muito equilíbrio.

- Vai ser um grande jogo. Praia tem uma excelente equipe. A equipe delas vem melhorando nesses playoffs. Agora é descansar e preparar para essa final, que tenho certeza que essa final mineira vai entrar para a história - disse a central.