Gabriel Medina em Teahupo'o

Medina venceu bateria tupiniquim na etapa do Taiti no Circuito Mundial (Foto: Reprodução/Twitter/WSL)

LANCE!
12/08/2018
19:24
Teahupo'o (TAI)

O domingo de Dia dos Pais em Teahupo'o, no Taiti, teve festa brasileira: passados os dois dias de espera para o início da etapa do Circuito Mundial, que foi adiado graças às condições não favoráveis das ondas, tanto o líder Filipe Toledo e os compatriotas Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Adriano de Souza e Wilian Cardoso venceram suas baterias, e avançaram para a terceira fase.

Filipe, que havia sofrido uma queda feia nos treinos no local, impressionou os juízes e somou 15,50 no confronto contra o também brasileiro Yago Dora (7,83) e o local Tikanui Smith (2,50). Antes, Julian Wilson, atual campeão no local e único que poderia tirar a liderança do paulista, foi mandado para a repescagem pelo também australiano Joel Parkinson. Depois, perdeu para Tikanui Smith e se despediu da competição.

Com 12,96, Adriano conseguiu passar pelos australianos Matt Wilkinson (12,17) e Mikey Wright (11,17). 

Medina dominou a bateria tupiniquim na etapa, que também contava com Wiggolly Dantas e Tomas Hermes. O mar de Teahupo'o já é velho conhecido de Gabriel Medina, que foi campeão da etapa em 2014 e também coleciona dois vices nos anos de 2015 e 2017. Após um tubo logo no início e um aéreo, Medina totalizou 15,16 pontos, seguido pelos 9,20 de Wiggolly (com dois pequenos tubos) e 2,56 de Hermes.

Após a vitória, Gabriel Medina comemorou a chance de surfar em Teahupo'o e falou sobre seu desempenho. Embarcando na onda do feriado de Dia dos Pais no Brasil, o surfista aproveitou para agradecer pela presença do pai Charles Medina como seu treinador.

- Eu adoro surfar aqui. Não importam as condições, é sempre divertido. Estamos buscando os tubos, mas com essas condições achei que o aéreo também poderia receber uma boa pontuação. (...) É muito bom estar com o meu pai aqui. Ele está sempre me apoiando, é muito importante. Feliz Dia dos Pais para todos no Brasil - disse Gabriel Medina.

Ítalo Ferreira se recupera a tempo e vence bateria em Teahupo'o
Foram duas semanas entre o machucado no pé de Ítalo Ferreira e a etapa de Teahupo'o, mas o surfista brasileiro não só conseguiu se recuperar, como também venceu na bateria contra o brasileiro Miguel Pupo e o havaiano Sebastian Zietz. O surfista potiguar terminou a bateria na liderança, com 14,84, seguido por Zietz (12,17) e Pupo (8,76).

- Foi uma semana louca. Eu mal estava conseguindo andar, mas está dando tudo certo. Tenho que agradecer aos caras que me ajudaram na recuperação. Ainda não estou 100%, estava há alguns dias sem surfar. Então, tentei aproveitar ao máximo - disse Ítalo.

Ítalo Ferreira
Ítalo Ferreira também triunfou em sua bateria (Foto: Reprodução/Twitter/WSL)

Primeiro brasileiro a entrar na água, Ian Gouveia fica em segundo na bateria
Ian Gouveia foi o primeiro brasileiro a cair nas águas de Teahupo'o neste domingo, mas não venceu como seus compatriotas Medina e Ítalo. Na bateria com o sul-africano Jordy Smith e o havaiano Ezekiel Lau, o brasileiro terminou em segundo, somando 8,60 pontos. Lau levou a melhor com 11,23 e Jordy ficou com 7,70.

Confira os resultados das baterias da primeira fase:
1 - Wade Carmichael (AUS) 12,23; Jeremy Flores (FRA) 10,00; Joan Duro (FRA) 8,20
2 - Jordy Smith (AFS) 7,70; Ezekiel Lau (HAV) 11,23; Ian Gouveia (BRA) 8,60
3 - Ítalo Ferreira (BRA) 14,84; Sebastian Zietz (HAV) 12,17; Miguel Pupo (BRA) 9,63
4 -  Gabriel Medina (BRA) 15,16; Tomas Hermes (BRA) 2,56; Wiggolly Dantas (BRA) 9,20
5) Julian Wilson (AUS) 10,67; Joel Parkinson (AUS) 11,63; Mateia Hiquily (TAH) 8,94
6) Filipe Toledo (BRA) 15,50; Yago Dora (BRA) 7,83; Tikanui Smith (TAH) 2,50
7) Willian Cardoso (BRA) 10,84; Frederico Morais (POR) 11,16; Michael February (AFS) 10,80
8) Michel Bourez (TAH) 12,40; Kanoa Igarashi (JAP) 7,56; Keanu Asing (HAV) 9,50
9) Mikey Wright (AUS) 11,17; Adriano de Souza (BRA) 12,96; Matt Wilkinson (AUS) 12,17
10) Griffin Colapinto (EUA) 8,23; Kolohe Andino (EUA) 12,50; Patrick Gudauskas (EUA) 4,77
11) Owen Wright (AUS) 11,47; Adrian Buchan (AUS) 12,66; Jessé Mendes (BRA) 11,00
12) Conner Coffin (EUA) 8,53; Michael Rodrigues (BRA) 8,76; Connor O´Leary (AUS) 12,67

Confira as baterias da repescagem
1) Julian Wilson (AUS) 5.83, Tikanui Smith (TAH) 7.67
2) Jordy Smith (AFS) 14.10, Mateia Hiquily (TAH) 6.67
3) Wiggolly Dantas (BRA) 13.00, Willian Cardoso (BRA) 12.94
4) Mikey Wright (AUS) x Miguel Pupo (BRA)
5) Griffin Colapinto (EUA) x Ian Gouveia (BRA)
6) Owen Wright (AUS) x Joan Duru (FRA)
7) Conner Coffin (EUA) x Michael February (AFR)
8) Michael Rodrigues (BRA) x Keanu Asing (HAV)
9) Kanoa Igarashi (JPN) x Matt Wilkinson (AUS)
10) Jeremy Flores (FRA) x Patrick Gudauskas (EUA)
11) Sebastian Zietz (HAV) x Jessé Mendes (BRA)
12) Tomas Hermes (BRA) x Yago Dora (BRA)