Brasil x Peru - Neymar

Neymar será 'reforço' de Tite para o jogo contra a Colômbia (Lucas Figueiredo/CBF)

LANCE!
09/10/2021
14:28
São Paulo (SP)

Em entrevista coletiva na tarde deste sábado (09), o treinador Tite confirmou a volta de Neymar ao time titular da Seleção Brasileira, após não atuar contra a Venezuela, por conta de suspensão automática gerada pelo terceiro cartão amarelo, recebido na Data Fifa de setembro.

Neymar estará de volta ao time neste domingo (10), em jogo diante da Colômbia, válido pela 13ª rodada das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Estádio Metropolitano, às 18h (de Brasília).

- Retardamos um pouco a entrevista porque são 66h de recuperação. Nosso trabalho não permite poupar ninguém, mas ter atletas em totais condições para o jogo. Neymar volta, sim, mas não vou antecipar - disse Tite

O retorno do camisa 10 deve ajudar o ataque a produzir mais chances de gol, já que o setor sofreu para passar da defesa da Venezuela na última partida e só marcou o gol de empate na metade final do segundo tempo, com a ajuda de algumas substituições na equipe, como a entrada de Raphinha e Antony, que mudaram o ritmo do time, que passou a oferecer mais perigo aos mandantes.

Sem divulgar a escalação inicial para o jogo, Tite disse que terá que pensar além da parte tática, pois a questão física é muito importante devido ao intervalo reduzido entre as rodadas para que os atletas descansem. Everton Ribeiro seria o mais provável para começar o jogo no banco de reservas, mas o desgaste de alguns atletas pode falar mais alto na decisão do treinador, que admitiu que fará mudanças.

- Tem outras modificações para acontecer. No último jogo tivemos fuso horário de 7h para muitos atletas. Não é desculpa, mas tem oscilação provocada por isso no desempenho. Imagina você toma café, almoça, tudo desregulado... Mas agora vamos premiar atleta totalmente recuperados - finalizou.

Ao entrar em campo neste domingo, Neymar se tornará o quinto jogador que mais vestiu a camisa da Seleção Brasileira, com 114 jogos, ultrapassando Pelé e Djalma Santos, com 113 partidas com a amarelinha.