Marcio Porto
23/06/2018
06:00
Enviado especial a Sochi (RUS)

Dos 23 convocados por Tite, 11 chegaram à Rússia com status de titular. Três deles, porém, têm suas vagas no time ameaçadas passados os dois primeiros jogos da Copa do Mundo. Consequência de boa atuação de um trio de suplentes nas partidas contra Suíça e Costa Rica: Fagner, Renato Augusto e Roberto Firmino aproveitaram as oportunidades dadas pelo treinador e brigam para se firmarem entre os principais. Douglas Costa também estaria na lista dos reservas que agradaram e estão prontos para entrar no time, porém sofreu lesão na coxa direita no duelo contra a Costa Rica e não jogará contra a Sérvia, tendo seu bom momento freado.

Fagner: lesão de Danilo abriu brecha para jogador do Corinthians
Na véspera da partida contra a Costa Rica, o lateral-direito Danilo teve diagnosticada uma lesão no quadril. Com isso, imediatamente Tite confirmou Fagner como titular para a partida em São Petersburgo.  Com a confiança do treinador com quem trabalhou no Corinthians, Fagner aproveitou bem a chance.

Além de mostrar segurança na defesa, se arriscou no ataque e deu bons cruzamentos, principalmente na etapa final da partida, quando a ansiedade pela estreia na Copa do Mundo já havia passado. Danilo não tem prazo de retorno e, neste momento, a tendência é que Fagner seja mantido para a partida contra a Sérvia, na próxima quarta-feira (27). 

Renato Augusto: recuperado homem de confiança de Tite
​Os primeiros dias de preparação de Renato Augusto para a Copa do Mundo foram um tanto quanto angustiantes, já que o jogador teve de lidar com problemas no joelho esquerdo. Embora não tenha tido lesão constatada, perdeu a vaga de titular dos dois últimos amistosos antes do Mundial e viu o 4-1-4-1 de Tite se encaixar com Philippe Coutinho.  

Recuperado do problema no joelho, está à disposição do treinador e foi usado no primeiro jogo da Copa do Mundo, contra a Suíça, na vaga de Paulinho. O volante caiu de rendimento nos últimos dois jogos em comparação com a fase de preparação para o Mundial e corre o risco de perder a vaga para Renato. Tite ainda busca equilíbrio no time e isso passa pela força no lado direito.

Firmino: elogios e encantamento de Tite
​Após o jogo contra os costarriquenhos, o técnico Tite disse estar "descobrindo características" novas em Roberto Firmino. Após excelente temporada pelo Liverpool, que culminou até com o vice-campeonato da Liga dos Campeões, o atacante chegou com moral para a Copa do Mundo da Rússia, mas ciente de estar atrás de Gabriel Jesus na disputa pela posição de centroavante.  

Mesmo assim, no segundo jogo da Copa, Firmino entrou quando Jesus ainda estava em campo e acabou cumprindo uma função de meio-campista no time. Questionado, Tite não descartou usar os dois jogadores, embora a chance seja remota. 

- Temos um tempo junto com os atletas, e as características fazem com que você possa arriscar a execução de uma função. Estudamos bastante o Firmino na posição que ele tem, o adversário com uma linha de cinco e uma de quatro. E nisso estão inseridas as virtudes que ele tem ali. Conversamos, não treinamos, mas preparamos o atleta para essa função. Chamei ele: 'A gente vai criando algumas alternativas táticas'. Quando mostrei para ele no quadro ele abriu um sorriso: 'Professor, eu gosto de jogar ali, eu tenho essa condição'. A gente está descobrindo as características do atleta - analisou o treinador.

* Nota atualizada às 11h48