Colombia x Brasil - Neymar

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges
13/10/2021
07:00
São Paulo (SP)

Nunca é fácil decifrar o que passa por trás das falas de Neymar. Lembre-se: o jogador já chegou a pedir desculpas após a Copa do Mundo de 2018 em uma propaganda de um dos seus patrocinadores. Por isso mesmo, a declaração que ele deu ao DAZN de que acredita que o próximo Mundial seja o seu último não permite conclusões definitivas.


O camisa 10 parece saturado com as críticas e vem deixando isso claro em entrevistas, quando rebate temas como sua condição física ou desempenho em campo. Mas o efeito que Neymar provoca é totalmente proporcional com a atenção que ele deseja ter, inclusive quando não corre pelos gramados.

>Declaração aumenta debate sobre pressão excessiva em torno de atletas

O atacante tem uma carreira marcada não só por títulos, recordes e lances geniais, mas também por atrair polêmicas com companheiros de time, imprensa, torcedores e por todo seu entorno - e muitas vezes o adula como um menino que precisa de proteção constante.

Neymar nunca soube lidar com o adverso e a frustração por não ter se tornando o melhor do mundo parece ter criado uma pressão difícil de contornar.


Ninguém discute a capacidade técnica do jogador, mas trata-se de um craque solitário na história do futebol brasileiro. Alguém que passou pelos anos rebatendo tudo aquilo que não soasse elogioso.

Se o Qatar for o fim do ciclo de Neymar pela Seleção, só a conquista da Copa pode tornar este desfecho perfeito. Hoje, entretanto, esta possibilidade é mais miragem do que realidade.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.