Convocação seleção - Edu Gaspar

Edu Gaspar conversou com jornalistas na sede da CBF, nesta quinta (Foto: Daniel Vorley/AGIF/Lancepress!)

LANCE!
14/03/2019
21:00
Rio de Janeiro (RJ)

O coordenador da Seleção Brasileira, Edu Gaspar, conversou com jornalistas na sede da  Confederação Brasileira de Futebol (CBF), no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira sobre o meia-atacante Dudu, do Palmeiras,  que ficou fora da última convocação de Tite, mesmo após a lesão de Vinícius Júnior. Gaspar disse que o meia vem sendo observado pela comissão técnica, mas que a concorrência é grande.  A conversa aconteceu após o anúncio do patrocínio da Fiat pelos próximos quatro anos. 

–O Dudu está sendo observado sempre e faz parte das nossas pautas e conversas. Entendemos a preocupação quanto ao Dudu, mas temos outros atletas se destacando sendo observados. A concorrência fica muito dura – disse Gaspar. 

O dirigente também avaliou como benéfica para a Seleção a transferência do zagueiro Éder Militão do Porto para o Real Madrid.  O jogador de 21 anos deixará o clube português ao fim da atual temporada atual. 

– Do ponto de vista de seleção, quanto maior for o clube, o nível de liga em que o atleta estiver jogando, é melhor para nós. Na Espanha, vai jogar contra grandes clubes, estará ao lado de grandes atletas. Não que o Porto não seja grande, mas o Real Madrid é um dos maiores do mundo. Foi assim com o Gabriel Jesus que saiu daqui e foi para o Manchester. Ele esta disputando uma liga forte. Quanto mais atletas atuando em alto nível, melhor para nós – disse Edu.

Tite monitora jogadores lesionados para a Copa América 

No evento desta quinta, o coordenador técnico da seleção brasileira falou ainda sobre a situação de jogadores com problemas médicos, que vêm sendo monitorados para os amistosos contra Panamá e República Tcheca, marcados para os dias 23 e 26 de março, os últimos testes antes da convocação para a Copa América. O lateral do Atlético de Madrid Filipe Luis se recupera de lesão na panturrilha, desde o dia 3 de março e o zagueiro Miranda, da Inter de Milão, sofreu uma fratura no nariz, no último domingo. 

– Hoje tivemos em contato com os médicos Rodrigo Lasmar e Fábio Mahseredjian, que estão a frente dessas questões. Sobre o Filipe Luis, vamos esperar até amanha [sexta-feira] para ver a situação dele. O Miranda tem um problema no nariz, mas estará a disposição – explicou Edu.

Outros atletas com problemas médicos, monitorados pelos médicos da Seleção para a Copa América são os atacantes Vinícius Junior e Neymar.  O camisa 10 do Paris Saint-Germain voltou a fraturar o quinto metatarso do pé direito, no dia 23 de janeiro. Já o astro do Real Madrid, que havia sido convocado pela primeira vez, precisou dar lugar a lugar a David Neres, do Ajax, após romper os ligamentos do tornozelo direito, no dia 5 de março. 

– Sobre o Vinicius falamos bastante com o Real Madrid e estamos próximos do atleta e do clubes para colher o maior quantidade de informações possíveis. Agora cabe a nós acompanhar o Vinicius para que ele posso voltar 100% no Real Madrid e ter uma chance na Seleção de novo. Quanto ao Neymar, a situação é parecida, cabe a nós acompanhar e torcer para que ele esteja em campo o quanto antes. O [médico] Rodrigo Lasmar conversa todos os dias com ele e com os médicos do Paris envolvidos no processo do Neymar – completou Edu. 

Dificuldades para encontrar adversários europeus

Eliminada por seleções da Europa nas últimas quatro edições da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira enfrenta, segundo o dirigente, uma dificuldade ao tentar agendar amistosos preparatórios contra países do Velho Continente.

– Se vocês aprofundarem no conhecimento sobre os nossos adversários, vão perceber as dificuldades que temos. Nos jogos pós Copa America, programados para setembro, outubro e novembro, já temos mapeadas seleções que vão estar disponíveis e quais já estão com jogos marcados. Muitas das que estão disponíveis não querem jogar contra o Brasil . É uma dificuldade e vamos tentar viabilizar o melhor possível – concluiu Edu Gaspar.