Brasil x Argentina

Autoridades da Anvisa, da Vigilância Sanitária e PF entraram em campo (NELSON ALMEIDA / AFP)

LANCE!
05/09/2021
17:25
São Paulo (SP)

A partida entre Brasil e Argentina está oficialmente suspensa. Após cerca de uma hora de mistério e confusão causada por argentinos violarem leis sanitárias, a Conmebol confirmou que o confronto válido pela sexta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 está suspenso.  

+ Veja a tabela das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2022

- Por decisão do árbitro da partida, o encontro organizado pela Fifa entre Brasil e Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo fica suspenso. O árbitro e o delegado da partida levaram um informe à Comissão Disciplinar da Fifa, que determinará os passos a seguir. Estes procedimentos se unem estritamente às regulamentações vigentes - disse a Conmebol, que ainda completou:

- As Eliminatórias da Copa do Mundo são uma competição da Fifa. Todas as decisões que sejam ligadas à sua organização e desenvolvimento são ligadas a esta instituição.

+ Em nota, CBF lamenta 'momento da ação da Anvisa' em jogo da Seleção


O duelo durou apenas quatro minutos e cinquenta segundos, quando autoridades da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e da Polícia Federal interromperam a partida. Toda a confusão aconteceu porque Emiliano Martínez, Cristian Romero, Giovani Lo Celso e Emiliano Buendía, da Argentina, descumpriram as normas sanitárias do Brasil. À Rede Globo, o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, afirmou.

- São quatro jogadores. Eles, ao chegarem em território nacional, apresentam a declaração de saúde do viajante. Neste documento não falava que eles passaram por um dos três países que estão restritos, justamente para a contenção da pandemia. Mas depois foi constatado que eles passaram pelo Reino Unido - e emendou:

- Chegamos nesse ponto porque tudo aquilo que a Anvisa orientou, desde o primeiro momento, não foi cumprido. Eles tiveram orientação para permanecer isolados para aguardar a deportação. Mas não foi cumprido. Eles se deslocam até o estádio, entram em campo, há uma sequência de descumprimentos - completou.

Emiliano Martínez, Cristian Romero, Giovani Lo Celso entraram em campo no confronto, enquanto Buendia não foi relacionado. Após muita discussão no banco de reservas, os integrantes entraram no gramado. Houve um princípio de confusão e os capitães Neymar e Messi tentaram intervir nas conversas com o agente da Anvisa, da Polícia Federal e o delegado da partida. Por fim, os atletas da Argentina entraram no vestiário. Às 17h01, a partida foi suspensa pela Conmebol.