Mogi das Cruzes x Corinthians

Mogi das Cruzes vence Corinthians no NBB (Foto: Reprodução/Twitter)

LANCE!
08/12/2018
16:27
Mogi das Cruzes (SP)

Na prorrogação, o Mogi das Cruzes conquistou a quarta vitória consecutiva no NBB. Neste sábado, os mogianos foram guerreiros e venceram o Corinthians por 102 a 96, no Ginásio Professor Hugo Ramos, em  Mogi das Cruzes. Com o resultado, a equipe de Bruno Savignani sofre quarta derrota consecutiva, enquanto o time de Jorge Guerra sacramenta participação na Copa Super 8. 

Os destaques da partida ficaram por conta de Giovanonni, com 21 pontos, e ao seu lado, o estreante Parodi, com 14 anotados, seis rebotes e assistências. Do outro lado, JP Batista aplicou 27, porém não foi capaz de evitar a derrota. 

Agora, o próximo compromisso do Corinthians é no próximo sábado contra o Bauru, às 14h, fora de casa. Na sexta-feira, o Mogi das Cruzes enfrenta o Vasco, no Ginásio São Januário, às 21h10, no Rio de Janeiro.

O JOGO

A partida entre Mogi e Corinthians foi literalmente de opostos. Um time queria manter a sequência positiva, enquanto a outra equipe reencontrar o caminho da vitória na competição. No primeiro período, as diferenças ficaram somente na tabela de classificação e o duelo foi muito equilibrado. Fuller e JP Batista cravaram um embate interessante, mas somente os corintianos saíram satisfeitos da primeira parcial. 

O Corinthians queria manter a boa estratégia para fechar a primeira etapa com a vantagem. Entretanto, o time comandado por Guerrinha mostrou força e obrigou aos Alvinegros a reforçarem a defesa. E foi aplicado com louvor. O técnico Bruno Savignani soube aproveitar o bom momento dos jogadores, principalmente, de Giovannoni. Paralelamente, o uruguaio Parodi, que estreou pelo Corinthians, mostrou boa relação com a bola laranja e surpreendeu. 

Mesmo com a derrota no primeiro tempo, o Mogi das Cruzes teve o dono do cestinha: JP Batista, com 14 pontos, três rebotes. Do outro lado, Giovannoni, com 11 anotados e dois rebotes. O estreante Parodi também ajudou bastante na execução das finalizações, com oito pontos somados. 

Na volta para a segunda etapa, o Corinthians retornou mais ligado e querendo mais jogo. O Mogi, por sua vez, teve falhas e cometeu muitas faltas, comprometendo a sequência do duelo. Mas o que ainda animou o embate, foi a bola de três pontos anotada por Arthur Pecos para o Jaguá. Com isso, a perseguição começou, mas a vantagem ainda era dos corintianos. O último quarto renderia emoção. 

No último quarto, a partida ficou ainda mais intensa por conta do tempo escasso. O Mogi tentava acelerar o jogo para buscar o empate, e o Corinthians manter o resultado positivo. O drama permaneceu até os minutos finais. Para piorar, o Mogi fez um arremesso de dois e diminuiu a diferença para três. Mas no último segundo, João Pedro pega rebote e empata duelo, levando para prorrogação.

TEMPO EXTRA 
Na prorrogação, o Corinthians voltou mais desligado e sentiu o choque do empate no final. Com isso, o Mogi das Cruzes aproveitou a oportunidade e foi com a emoção e explosão da torcida para aplicar virada. Nos minutos finais, o Timão diminuiu a diferença para dois. Porém, no fim tomam a rédia e cravam vitória inesperada.