(Foto: Reprodução/Instagram)

Léo Santos também falou sobre a estreia de José Aldo na categoria peso-galo (Foto: Reprodução/Instagram)

TATAME
05/11/2019
19:30
Rio de Janeiro (RJ)

Em 2018, após 21 anos, Dedé Pederneiras anunciou sua saída da liderança da Nova União. Coube então a Léo Santos, lutador do UFC e um dos integrantes mais antigos da tradicional equipe, ocupar o posto. Em entrevista à TATAME durante o Abu Dhabi Grand Slam Rio de Janeiro, realizado no último fim de semana, no Parque Olímpico, Léo comentou seu novo papel.

- Eu sou Nova União dos pés a cabeça, desde sempre. Eu vi a formação da equipe, conheço toda a história, faço parte dela. Acho que por conta disso, quando me anunciaram como presidente, a galera aceitou super bem, não tivemos nenhum problema e agora é focar no trabalho - afirmou o lutador.

Durante a conversa, Léo também elogiou o crescimento do Jiu-Jitsu, citando o Grand Slam da AJP como exemplo, e falou sobre o seu futuro no UFC. O peso-leve vem de vitória sobre Steve Ray, em junho deste ano, e planeja retornar ao octógono em “janeiro”. Por fim, o novo líder da Nova União analisou a estreia José Aldo no peso galo. O ex-campeão dos penas enfrenta Marlon Moraes no UFC 245, dia 14 de dezembro.

- O José Aldo pela primeira vez está fazendo dieta (risos), porque antigamente, uma semana antes da luta ele estava indo pra churrascaria, pizzaria, era o ritual dele. Acho que essa é a primeira vez que eu vejo ele fazendo dieta pra valer. Mas ele está treinando muito bem, se mantendo forte, com gás, levando a dieta a sério, então estou bem animado para essa volta dele nos galos - encerrou.

Assista à entrevista na íntegra: