JFR

Nazareno e Eduardo empataram na luta principal e unificação do título será em outro card (Foto: Leonardo Fabri)

TATAME
29/09/2019
11:46
Rio de Janeiro (RJ)

Com casa cheia, o considerado por muitos maior evento de MMA da América Latina estreou na plataforma de streaming DAZN no último sábado (28). Realizado no Iate Club Jardim Guanabara, no Rio de Janeiro, o Jungle Fight 95 coroou Willker Feijão como novo campeão até 77kg e, na luta principal, valendo o cinturão até 61kg, Francisco Nazareno e Eduardo “Máquina de Dor” empataram após três rounds parelhos.

Combate mais esperado da noite, o encontro entre Francisco Nazareno e Eduardo “Máquina de Dor” valia a unificação do título na divisão 61kg. Nazareno começou melhor, apostando na trocação e com leve vantagem no round inicial. Na segunda parcial, Eduardo cresceu e ambos tiveram possibilidade de conseguir o nocaute. O terceiro e último round foi marcado pela superação dos dois lutadores. Nazareno terminou melhor, mas como havia perdido um ponto por segurar na grande para evitar uma queda, viu os jurados decidirem pelo empate e a unificação do cinturão ficar para o próximo Jungle Fight, ainda a ser divulgado.

No co-main event, Willker Feijão, da equipe Team Nogueira, começou indo pra cima e, na base da luta agarrada, quase encaixou a finalização. No segundo round, porém, Quemuel Ottoni, da CM System, não resistiu e deu os três tapinhas após um justo mata-leão de Willker, novo campeão até 77kg: - Fizemos um trabalho forte na Team Nogueira, agradeço aos meus mestres. A estratégia era essa, manter pressão na luta de chão, então estou muito feliz. Obrigado a todos os meus patrocinadores e ao Wallid - disse Feijão.

Na luta internacional do evento, o argentino Nicolas Cocuccio venceu Sergio Junior por nocaute no segundo round, aplicando uma potente joelhada na linha de cintura. Presidente do Jungle Fight, Wallid Ismail se mostrou otimista com o crescimento da franquia: - Muito feliz com o evento, só lutão, os guerreiros estão de parabéns. Essa nossa parceria com o DAZN já é um grande sucesso, em outubro tem mais Jungle Fight e muitas novidades para o ano de 2020, em breve vamos soltar o calendário completo das próximas edições! Isso é Jungle Fight, o maior evento de MMA da América Latina - projetou o empresário.

RESULTADOS COMPLETOS:

Jungle Fight 95
Iate Club Jardim Guanabara, no Rio de Janeiro (RJ)
Sábado, 28 de setembro de 2019


Francisco Nazareno x Eduardo “Máquina de Dor” terminou em empate
Willker “Feijão” Lemos venceu Quemuel Ottoni por finalização no 2R
Nicolas Cocuccio venceu Sergio Junior por nocaute técnico no 2R
João Vitor Dantas venceu Manoel Fernandes Neto por nocaute técnico no 2R
Luan Juruna venceu Wagner “Veneno” Silva por decisão unânime dos jurados
William “Colorado” venceu André Matos Muniz por nocaute técnico no 1R
Kleverson Sampaio venceu Murilo “Hell Boy” por finalização no 2R
Aleandro “Muca” Caetano venceu Patricio “Pitbull” por decisão unânime dos jurados
Vitor Soldado venceu Jorge Luiz Costa por decisão unânime dos jurados
Humberto Rangel Jr venceu Meijy Portela por finalização no 3R
Ítalo Gomes venceu Rafael “Sonic” por finalização no 1R
Eduardo “Chapolim” venceu Matheus Matarazo por nocaute no 2R
Andrey Augusto venceu Mauro Paixão por decisão unânime dos jurados
Kleydson Rodrigues venceu Antonio “Ceará” da Silva por nocaute técnico no 1R
Douglas “Pelezinho” venceu Ivan “Manguinha” Lima por finalização no 1R
Luiz Paulo venceu Lincon Santos por finalização no 1R
Neuaque Barbosa venceu André Tomini por finalização no 1R
Renan Oliveira venceu Gabriel Oliveira por decisão unânime dos jurados
Lucas “Stone Face” Tavares venceu Celito Nascimento por decisão dividida dos jurados