Ron Rivera

Ron Rivera vem lutando contra um câncer no sistema linfático (Reprodução / Twitter / Washington Football Team)

LANCE!
14/09/2020
10:34
Washington, DC (EUA)

Boa parte do público geral e dos analistas especializados da NFL esperavam até antes do início desta temporada que o Washington Football Team não fosse ter um bom desempenho em 2020. A previsão do canal oficial da NFL para a campanha do time neste ano era de 1 vitória e 15 derrotas. Escândalos de assédio sexual envolvendo funcionários de alto escalão da franquia, falta de contratações expressivas, cortes de Derrius Guice e Adrian Peterson e, por fim, o ápice da pressão de ativistas (e patrocinadores) pró-igualdade racial pela mudança do nome utilizado pelo time desde 1933, por incrível que pareça, não eram os maiores problemas que o time da capital enfrentaria antes que setembro chegasse.

Em 21 de agosto, o head coach de Washington, Ron Rivera, anunciou que está batalhando contra um câncer no sistema linfático, e que, apesar disso, continuaria exercendo suas funções como treinador, conforme recomendação de seus médicos. Rivera, que havia sido anunciado pela equipe em janeiro deste ano, vinha de uma passagem de nove anos no comando do Carolina Panthers, onde foi eleito técnico do ano em duas ocasiões. Essa notícia, que chocou toda a comunidade da NFL e gerou comoção em diversos setores com a hashtag #RiveraStrong, pôs ainda mais em cheque as expectativas de Washington para a nova temporada.


A estreia do Football Team em 2020 veio, porém, para baixar a bola de quem apostava nos tricampeões do Super Bowl como principais candidatos à primeira escolha geral do próximo draft. Perdendo por 17-0 contra o Philadelphia Eagles quase ao fim do segundo quarto, Washington diminuiu com um touchdown e foi para o intervalo perdendo por dez pontos. No vestiário, Ron Rivera não pôde passar a protocolar mensagem de encorajamento aos seus atletas, pois estava recebendo tratamento intravenoso contra o câncer. O recado ficou, portanto, a cargo do quarterback Dwayne Haskins, que está somente no seu segundo ano na liga.

Rivera voltou para o segundo tempo e, com ele, sua equipe voltou o mais forte possível. O ataque marcou mais 20 pontos e a defesa conseguiu uma interceptação, uma recuperação de fumble e parou o Eagles em duas situações de 4ª descida. Apesar de não ter marcado presença no vestiário, o head coach prova que seu trabalho já começou a dar frutos nessa franquia que enfrentou tantas crises em 2020.

Um time que ainda não sabe qual será seu nome para o futuro, comandado por um treinador que enfrenta uma dura doença, conseguiu superar um déficit de 17 pontos e colocar a primeira vitória na tabela, contra um adversário que era favorito por seis pontos. Rivera pode não ter tido a chance de dar seu recado aos jogadores, mas sua mensagem segue firme com eles.