Mark Andrews Baltimore Ravens

Mark Andrews fez recepção espetacular e garantiu a primeira posição (Shawn Hubbard/Baltimore Ravens)

LANCE!
16/09/2020
15:41
Baltimore (EUA)

Não conseguiu assistir os jogos da abertura da NFL na última semana e ficou com preguiça de ler nosso resumão? Não se preocupe o Lance! te ajuda a ver as melhores jogadas da semana 1 na liga de futebol americano. Confira com a gente:

Primeiro touchdown de Joe Burrow
A estreia de Burrow pelo Cincinnati Bengals não foi como ele esperava, derrota para o Los Angeles Chargers, 16 a 13. No entanto, o primeiro TD veio para o camisa 9. Em uma jogada de corrida, pelo meio da defesa, Burrow acelerou por 23 jardas até entrar na endzone.

Ezekiel Elliott driblador
Dak Prescott fez um simples passe lateral para Ezekiel Elliott numa rota swing. O running back, então, fez todo o resto... Percorreu 21 jardas, deu um belo drible de corpo em dois defensores e ainda quebrou três tackles antes de entrar na endzone para marcar o touchdown. Demonstração de força, velocidade e ginga.

Miller dá vitória ao Bears
Faltando menos de dois minutos para o final da partida entre Detroit Lions e Chicago Bears, Mitchel Trubisky lançou espiral perfeita no colo de Anthony Miller. O wide receiver, após superar o marcador na sua rota, fez bela recepção e entrou na endzone para colocar o Chicago Bears a frente do placar.

A-Rod para D-Adams
A conexão Aaron Rodgers para Davante Adams é uma das mais letais de toda NFL, e ela fez estrago na semana 1 no duelo entre Green Bay Packers e Minnesota Vikings. No mais belo lance da dupla, Rodgers saiu do pocket e lançou um dardo em direção ao fundo do campo. Adams, com um cornerback em suas costas, recebeu o passe com tranquilidade para touchdown.

Recepção acrobática
O melhor lance da semana fica a cargo da recepção acrobática do tight end Mark Andrews, do Baltimore Ravens, no primeiro touchdown da equipe frente ao Cleveland Browns. O passe de Lamar Jackson veio um pouco alto, mas Andrews, como um goleiro de futebol, deu uma ponte e agarrou, com apenas uma das mãos, a bola que estava no ar. UAU!