França x Croácia - Comemoração

Pogba recebe o cumprimento do presidente francês Emmanuel Macron na premiação   (Foto: ODD ANDERSEN / AFP)

Carlos Alberto Vieira
15/07/2018
18:35
Enviado especial a Moscou (RUS)

Griezmann foi o melhor jogador da final na qual a França bateu por 4 a 2 a Croácia e foi bicampeã mundial neste domingo, no Lujniki, em Moscou;  Mbappé foi o melhor jogador jovem da Copa da Rússia e ostentou todo orgulhoso o troféu que recebeu da Fifa; Didier Deschamps se tornou apenas o terceiro a sagrar-se campeão como jogador e como treinador. Todos grandes protagonistas. Mas não há dúvida que o cara da França atende pelo nome de Paul Pogba.

Não bastasse ter arrumado a maior farra durante a coletiva do treinador Deschamps, comandando um banho regado à água lançada por squeezers, o meio-campista do Manchester United roubou a cena na zona mista. Um dos últimos que saíram para o ônibus que levava a delegação de volta para a cidade de Istra, o QG dos Bleus na Rússia e que fica próximo de Moscou, Pogba gritava em bom som.

- Quero dançar, dançar muito a noite toda, me esperem. E chacoalhava todo - atrapalhando a entrevista de Lloris - 'Tô loco, loco, loco' - gritava em espanhol.

O show-man, que marcou um golaço na final,  parou para toda a imprensa, respondendo em francês, inglês e espanhol.

- Estou muito feliz, esta noite será inesquecível para o resto de minha vida. Sou campeão do mundo, sabe o que é isso? Peguei a taça da Copa e tomei banho com ela. Não é sonho, é real - dizia o jogador, para em seguida completar:

- Vou ficar falando a mesma coisa nas línguas que conheço e nem vou me importar. Estou orgulhoso, emocionado e quero festejar com meus amigos, minha família, meu papai que estava aqui no jogo, com mais parentes, meus companheiros, com toda a França, que neste momento está transbordando de felicidade.

No único momento mais sério, Pogba analisou o que levou os franceses ao título:

- Tudo isso foi o resultado de  um projeto que nós tínhamos desde o primeiro momento que desembarcamos aqui na Rússia, que era o de ganhar a Copa  do Mundo. E fomos a melhor equipe porque jogamos com tudo, por nós e pelo país.  

Qualquer pergunta estava valendo para Pogba. Um Nigeriano queria saber sobre seus avós, outro sobre criancinhas. Um argentino perguntou por Messi:

- Messi? Por que perguntar do Messi? Tá bom, respondo que eu tenho o mais profundo respeito pelo argentino, um craque.